CRIA logo

Dicas para melhorar a redação no ENEM: tire nota mil!

Compartilhe

Milhares de candidatos se inscrevem no Exame Nacional do Ensino Médio. A prova é composta por questões objetivas e a redação, muito temida por todos os estudantes. Por isso, saber algumas dicas para melhorar a redação no ENEM ajuda o candidato a se aproximar cada vez mais da nota máxima.

Apesar de temida, existem várias maneiras de melhorar a escrita e obter uma pontuação alta na redação do ENEM. Então, aprimorar suas habilidades de escrita, incluindo estratégias para melhorar a estrutura do texto, argumentação, coesão e coerência, fazem parte do processo,

Além de apresentar um bom domínio de ortografia e gramática no geral, os candidatos precisam demonstrar outros critérios. Para isso, o CRIA elaborou esse artigo completo para você, candidato, não perder de vista as dicas para melhorar a redação no ENEM. Boa leitura.

dicas para melhorar a redacao do enem
Aprenda dicas para melhorar a redação do ENEM – Fonte: Pexels

Dicas para melhorar a redação no ENEM

Conhecer algumas dicas para melhorar a redação no ENEM ajuda o candidato a chegar cada vez mais perto da tão sonhada nota 1000. Afinal, quanto mais alta a sua pontuação, maiores são as chances de uma boa colocação em uma universidade federal.

Por isso, se atente a:

1. Leia muito

É um grande clichê dizer que a leitura é parte fundamental no desenvolvimento da escrita, porém ela continua sendo uma verdade. Leia diferentes tipos de textos, desde notícias até romances, e preste atenção à linguagem, estrutura e estilo de escrita.

O ENEM não possui uma lista de leituras como outros vestibulares. Porém, diversificar as leituras é essencial, já que a prova traz muitas informações atuais.

2. Conheça a estrutura da redação

Compreender como é a redação do ENEM é um dos primeiros passos. Mesmo que você tenha uma boa bagagem de leitura, é importante dominar a estrutura. Desse modo, tenha em mente a estrutura do texto argumentativo-dissertativo.

No caso do ENEM, além de apresentar a introdução, desenvolvimento e conclusão, é preciso incluir a proposta de intervenção. Nesse momento, o candidato deve propor uma solução para a situação-problema.

Contudo, fique muito atento caso seja necessário tecer alguma opinião política ou crítica. Veja aqui: Críticas ao governo na redação do ENEM: é possível?

3. Tenha repertório sociocultural na ponta da língua

O repertório sociocultural é uma ferramenta importante para o candidato apresentar referências culturais e sociais. Afinal, elas enriquecem sua argumentação e evidenciam sua visão de mundo.

Utilizando o repertório sociocultural bem fundamentado, o candidato demonstra ao avaliador sua capacidade de compreender e interpretar a realidade social em que está inserido.

Além disso, mostra sua habilidade em fazer conexões entre diferentes áreas do conhecimento, aplicando diferentes conceitos e teorias para analisar e explicar fenômenos sociais.

4. Pratique com frequência

A prática da redação é muito importante, isso te deixará mais confiante para o dia da prova. Os benefícios são diversos, como desenvolver habilidades tais quais clareza, concisão, organização, coerência e coesão textual.

Desse modo, como reforço aos conhecimentos já adquiridos, melhora a argumentação e auxilia o candidato a se preparar para a prova. Pode-se dizer que o ENEM e outros vestibulares também são uma prova de resistência, já que são horas a fio, lendo, resolvendo questões e escrevendo.

Pensando nisso, nada melhor que simular esse tempo em casa para ter uma pista de como será o dia oficial da prova. Então, essa prática ajuda a entender e acostumar o próprio corpo para esse momento, além de todo preparo anterior de estudos.

Você também pode gostar de:

5. Trabalhe a coesão e coerência

A redação deve ser coesa e coerente. Ou seja, as ideias devem estar ligadas e as frases e parágrafos devem se conectar de forma lógica. Então, utilize conectivos, conjunções, advérbios, pronomes e expressões que estabeleçam relações de sentido entre as partes do texto.

A coesão é a conexão entre as partes da redação, como as frases, os parágrafos e as ideias. Já a coerência é a lógica da argumentação e sua capacidade de transmitir uma mensagem compreensível ao leitor. Além disso, evite a repetição de palavras e expressões, sempre trazendo variedade vocabular.

6. Mantenha a objetividade

Muito ligada a coesão e a coerência, a objetividade é a habilidade do candidato transmitir sua ideia sem ambiguidades. Além disso, o aluno demonstra habilidades de síntese e organização de ideias, características importantes para a vida acadêmica.

Desse modo, a objetividade na redação garante a eficácia da mensagem por tornar o texto mais compreensível pela banca avaliadora. E isso é justamente o objetivo da redação: avaliar se o candidato possui as habilidades necessárias para cursar o ensino superior.

7. Fique atento à gramática

Uma das competências que o ENEM exige do candidato é o domínio da Língua Culta. Isso quer dizer que é preciso seguir regras gramaticais. Por que isso é importante? Um bom domínio da língua portuguesa demonstra sofisticação na linguagem, melhor compreensão de conceitos abstratos, etc.

Além disso, a gramática é importante por ajudar a estruturar corretamente as frases e parágrafos da redação. Ademais, evita erros gramaticais que comprometam a compreensão do texto.

Então, atente-se para a escrita das palavras. Para isso, uma solução é a leitura e a prática da escrita com frequência.

8. Não fuja do tema proposto

Como não fugir do tema na redação do ENEM é um dos principais motivos que os candidatos zeram a redação. Tendo isso em mente, leia com muita atenção a proposta de redação. Ter um bom entendimento da proposta de redação é crucial para estabelecer uma relação coerente e clara com o tema durante o texto.

Outra dica importante para não fugir do tema, é planejar a redação, ou seja, fazer um projeto de texto. É preciso pensar como será estruturada toda a redação, como será a estratégia de abertura da introdução, os argumentos do desenvolvimento e qual será a proposta de intervenção da conclusão.

Então, visando com o planejamento em mãos, analise se os argumentos, se apresentação estão contemplando totalmente a temática proposta pelo ENEM.

E como fazer tudo isso? Com tão pouco tempo, até parece ser impossível fazer um bom planejamento do texto. Contudo, com muita prática será possível.

Uma vez que a redação é obrigatória e possui uma pontuação muito relevante, comece por ela. O cansaço pode influenciar negativamente na habilidade de planejamento, execução e revisão final do texto.

9. Use citações com cautela

O repertório sociocultural pode ser lido muitas vezes como o uso de citações. É claro que citar assertivamente um especialista impactará positivamente na nota. Além disso, existem pensadores curingas para diversos temas que podem facilitar a vida do estudante.

Porém, jamais insira uma citação se não estiver 100% seguro. Assim como ela pode aumentar a nota, também pode diminuir se empregada de maneira incorreta.

10. Jamais copie os textos motivadores

Copiar textos motivadores do ENEM zera? É uma dúvida comum entre muitos vestibulandos. A resposta é simples: sim, copiar os textos motivadores do ENEM zera.

É estritamente proibido copiar os textos motivadores do ENEM, pois isso configura plágio. Em outras palavras, o plágio é a apropriação indevida de ideias ou trechos de obras alheias sem a devida citação, ou referência.

Desse modo, aprender a fazer a citação pode te tirar de uma grande confusão.

É comum que candidatos que não tenham familiaridade com o tema da proposta de redação. Então, utilize os textos motivadores para trazer dados, citações sejam diretas ou indiretas. Apesar de não zerar, não é recomendado por demonstrar falta de repertório sociocultural.

11. Respeite os direitos humanos

Respeitar os direitos humanos é fundamental em todas as áreas da vida, inclusive na redação do ENEM. Na verdade, a questão dos direitos humanos é tão importante que é uma das competências avaliadas na redação.

É a última das competências avaliadas na redação do ENEM, o estudante é avaliado em sua capacidade de “elaborar proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural”

Em resumo, ao escrever a redação, o candidato deve considerar os princípios éticos e os valores humanos, incluindo os direitos humanos.

12. Siga as cinco competências do ENEM

As competências do ENEM são um conjunto de habilidades avaliadas na prova de redação. A banca de correção utiliza essas competências para avaliar cada um dos candidatos.

Cada competência representa uma habilidade específica que os estudantes devem demonstrar ao escrever a redação do ENEM. Além disso, a avaliação das competências considera a capacidade de desenvolver um texto claro, coeso e coerente, que apresente uma tese consistente e argumentos bem fundamentados.

Em síntese, a redação deve apresentar uma proposta de intervenção para o problema abordado, que considere a realidade sociocultural e respeite os direitos humanos.

Confira agora as cinco competências do ENEM.

competencias da redacao do enem
As 5 competências do ENEM. Fonte: MEC

Como o CRIA pode te ajudar a melhorar na redação do ENEM?

Depois de todas essas dicas para melhorar a redação no ENEM, ficou bem mais fácil encarar a prova. Para te acompanhar ainda mais nesse processo, o CRIA, plataforma de correção de redação on-line, corrige sua redação por meio de uma inteligência artificial.

Além disso, utiliza a inteligência artificial para avaliar a redação objetivamente e oferece sugestões para aprimorar a escrita. Tudo isso baseado nas 5 competências do ENEM.

Gostou? O melhor é que sua correção estará disponível em menos de 2 minutos. Então comece agora.

Esse artigo foi útil?

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Lamentamos que este post não tenha sido útil pra você.

Vamos melhorar este post.

Como podemos melhorar esse post?

Mais recentes

como e a redacao da uft

Como é a redação da UFT 2024/2?

A redação da UFT segue o padrão comum de muitos vestibulares, solicitando aos candidatos que produzam um texto dissertativo-argumentativo. A avaliação é baseada em cinco competências específicas, conforme detalhado no edital da instituição.

Leia mais »