CRIA logo

Ditados populares na redação do ENEM: posso usar?

Compartilhe

A redação do ENEM é a parte mais temida do Exame. Tendo isso em mente, estar atento aos requisitos necessários para escrever uma boa redação é necessário. Afinal, posso usar os ditados populares na redação do ENEM? Evite ao máximo.

Para escrever uma redação nota mil no ENEM, é preciso ficar atento a diversos fatores. Desde a compreensão da estrutura do texto dissertativo-argumentativo — ou seja, introdução, desenvolvimento e conclusão — até a utilização ou não de palavrões na redação, uso adequado de conectivos e uma proposta de intervenção coerente.

Entre os domínios que o candidato deve demonstrar está o repertório sociocultural: o conhecimento das artes e a literatura. Mas também inclui a religião, a política, a economia, a tecnologia, as tradições culinárias, as festas populares.

Porém, os ditados populares acabam caindo no senso comum e não são considerados um repertório sociocultural de qualidade. Por esse motivo, jamais utilize ditados populares para embasar seu argumento.

Desse modo, o CRIA preparou esse artigo para você entender o que são os ditados populares. Ademais, vamos te ajudar a compreender como eles se fazem presentes nas redações do ENEM. Boa leitura.

ditados populares na redacao do enem
Como utilizar corretamente os citados populares na redação do ENEM – Fonte: Pexels

Ditados populares na redação do ENEM: o que são?

Os ditados populares tratam sobre a cultura e o comportamento de um grupo de indivíduos. Além disso, demonstram a sabedoria popular, ou seja, senso comum.

Pensando nisso, não se recomenda o uso na redação do ENEM por poder ser um fator generalizante e isso é muito prejudicial ao estudante.

Dessa forma, caso o candidato opte por utilizar, corre o grande risco de cair no senso comum. Confira agora alguns exemplos de ditados populares:

Exemplos de ditados populares:

  • Água mole, pedra dura, tanto bate até que fura;
  • De grão em grão, a galinha enche o papo;
  • Casa de ferreiro, espeto de pau;
  • Filho de peixe, peixinho é;
  • Cão que ladra não morde;
  • Por ele eu ponho minha mão no fogo;
  • A pressa é inimiga da perfeição;
  • Deus escreve certo por linhas tortas;
  • Um dia é da caça, outro do caçador;
  • De médico e louco todo mundo tem um pouco.

Portanto, pode-se pensar em ditados populares na redação do ENEM, mas não como argumento. De modo a argumentar de maneira coerente e coesa, precisa-se de dados científicos, jurismo, argumento de autoridade.

O que não fazer?

Em 2017, o tema o Exame Nacional do Ensino Médio foi: “Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil”. Suponhamos, então, a seguinte argumentação: “Uma andorinha sozinha não faz verão”.

Em síntese, utilizar esse ditado para dizer que a solução dessa problemática depende de um conjunto de ações foge do contexto ENEM.

Então, demonstrar domínio de outras esferas, outros repertórios é mais interessante para esse momento.

Você também pode gostar de:

Exceção de ditados populares na redação do ENEM

Agora você já compreendeu o que são dos ditados populares e como não utilizá-los. É preferível que o candidato e outros meios de contextualizar a introdução ou argumentar.

Em suma, existem diversas maneiras de demonstrar repertório sociocultural. É possível fazer citação direta ou indireta de pensadores, apresentar dados estatísticos, fazer uma alusão histórica, etc. Então, não arrisque cair no senso comum e derrubar a sua nota.

Veja agora um exemplo de como pode funcionar os ditados populares na redação do ENEM:

“Em briga de marido e mulher, não se mete a colher”, ditado que reflete uma postura infelizmente ainda muito comum a uma sociedade que presencia sua parcela feminina submetida às mais variadas formas de violência…”

Aqui, o ditado foi utilizado de maneira perfeita, já que representa o pensamento de determinada cultura e como ele colabora para a manutenção do problema.

Evite erros e alcance a nota mil

Depois de todas essas informações e exemplos, ficou mais fácil de entender o que são os ditados populares e o porquê eles devem ser evitados. Enfim, evite ao máximo para não cair no senso comum.

Caso você tenha percebido que utilizou um ditado popular somente após a entrega da redação, não se desespere.

A percepção para fazer uma autoavaliação do texto ela vem só depois de muito treino. Até lá, você pode utilizar o CRIA, corretor de redação que utiliza inteligência artificial para corrigir seu texto.

Assim, ele utiliza modelos de aprendizado de máquina gerados por meio de redações escritas por alunos reais e corrigidas por professores.

Então, através do modelo, o CRIA realiza a correção das redações seguindo os parâmetros gerais cobrados por diversos vestibulares.

redacoes nota mil do enem 2022
Agora o CRIA corrige suas redações de todos os vestibulares – Foto: CRIA.

Quais são as funcionalidades do CRIA?

  • Análise instantânea da redação;
  • Simulação da sua nota do ENEM por competência;
  • Identificação de desvios, todos marcados no seu texto;
  • Traz correções detalhadas por competência;
  • Histórico de progresso;
  • Fornece dados para melhorias na escrita, em texto e/ou avatar explicativo;
  • Plataforma gamificada, pode compartilhar com amigos e obter vantagens;
  • Professor olha as correções do CRIA e pode alterar conforme achar necessário, assim o CRIA sempre aprende com eles.
O CRIA, uma ferramenta de correção de redações com inteligência artificial, te ajuda a praticar para o ENEM — Vídeo: Reprodução.

Qual o passo a passo para utilizar o CRIA?

Após escolher o plano, seu acesso à plataforma será liberado. Então, você pode escolher um tema disponível no site ou enviar outro tema desejado.

Em seguida, escreva o texto na área indica e submeta para correção. Em até 2 minutos sua redação do ENEM estará corrigida conforme as 5 competências do ENEM.

Por fim, após realizar as correções indicadas, atualize a análise para obter um novo resultado.

inteligencia artificial para corrigir redacao
CRIA: corretor de redação por inteligência artificial — Foto: CRIA.

Acompanhe seu progresso

Após enviar as redações, é possível acessar outra ferramenta disponível para os alunos do CRIA: o gráfico com histórico de pontuação.

Assim, por meio dele, é possível visualizar de maneira clara as competências que precisam de mais atenção.

grafico de correcao de redacao interativo
Gráfico de correção de redação interativo — Foto: CRIA.

A quem o CRIA se destina?

  • Para os professores, visamos diminuir a sobrecarga e otimizar a gestão da turma;
  • Para os alunos, tornarmos o processo mais ágil, divertido, incentivando a prática constante.

Vamos começar? Então cadastre-se.

Esse artigo foi útil?

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Lamentamos que este post não tenha sido útil pra você.

Vamos melhorar este post.

Como podemos melhorar esse post?

Mais recentes

como e a redacao da uft

Como é a redação da UFT 2024/2?

A redação da UFT segue o padrão comum de muitos vestibulares, solicitando aos candidatos que produzam um texto dissertativo-argumentativo. A avaliação é baseada em cinco competências específicas, conforme detalhado no edital da instituição.

Leia mais »