CRIA logo

Como fazer uma boa redação para o vestibular? Descubra!

Compartilhe

Não sabe como fazer uma boa redação para o vestibular? Não se preocupe, preparamos um conteúdo completo especialmente para você. Confira aqui!

Como fazer uma boa redação para o vestibular? Fazer uma boa produção requer muita prática, técnica e atenção a alguns detalhes específicos, desde o entendimento da proposta de redação até o conhecimento da estrutura do gênero textual.

Redigir um texto, geralmente, é uma das partes mais difíceis do vestibular, já que envolve seguir uma estrutura adequada, desenvolver argumentos sólidos e apresentar suas ideias de maneira clara e coesa.

Contudo, a produção de um texto é algo frequente e esperado, que tende a se tornar mais fácil com algumas estratégias e muita prática. Desse modo, à medida que, você, candidato, vai escrevendo, o bloqueio e a insegurança inicial tendem a diminuir e as ideias começam a surgir.

Assim, confira 5 dicas do CRIA de como fazer uma boa redação para o vestibular. Continue conosco e boa leitura.

como fazer uma boa redacao para o vestibular
Muitos alunos se perguntam como fazer uma boa redação para o vestibular e, para isso, é preciso prática e tempo – Foto: CRIA.

5 dicas de como fazer uma boa redação para o vestibular

Além de respeitar a norma-padrão da língua, a redação deve atender a alguns requisitos básicos desse tipo de gênero literário. Por exemplo, clareza, coesão, concisão e precisão são imprescindíveis para uma boa produção de texto.

Entretanto, isso não significa que a redação deva ser monótona e cansativa. Assim, criatividade, originalidade e inspiração também são desejáveis na produção textual.

Então, conheça algumas dicas práticas de como fazer uma boa redação para o vestibular:

1. Pense com os seus botões:

A preparação para a produção de um texto bem-sucedido é precedida por um plano organizado, conhecido como projeto de texto. Desse modo, ele ajuda a organizar suas ideias, garantindo uma abordagem coerente e coesa ao definir a estrutura.

Assim, pense com os seus botões: qual será minha tese? Qual contextualização e repertório são mais adequados? Ter todas essas informações mapeadas são essenciais para esquematização do texto e organização coerente.

Você também pode se interessar por:

2. Fique com a pulga atrás da orelha:

Já esteve na situação que não tinha certeza se estava tangenciando, ou seja, fugindo do tema central da proposta de redação? Então, para evitar esse erro, coloque uma pulga atrás da orelha: pergunte-se se a tesa e os argumentos estão centralizados no tema principal da redação.

Cada parágrafo deve conter um conceito fundamental relacionado ao assunto. Então, não inclua informações que não concordem com a tese sugerida.

Além disso, antes de concluir a redação, faça uma revisão final para garantir que todos os elementos estejam relacionados ao tema.

3. Não meta os pés pelas mãos:

Para entender como fazer uma boa redação para o vestibular, é essencial evitar erros gramaticais e ortográficos. Esse conhecimento gramatical é prévio, ou seja, deve ser aprendido antes do momento da escrita da redação.

Assim, disponha um tempo para estudar as regras gramaticais básicas, incluindo concordância verbal e nominal, regência verbal e nominal, pontuação, entre outros.

Além disso, a leitura de redações que atingiram a nota máxima podem ser uma estratégia para estudar de forma passiva a gramática e entender qual é o vocabulário esperado no texto.

4. Não coloque o carro na frente dos bois:

Seguir a lógica do discurso, com início, meio e fim bem estruturados, é fundamental para garantir a clareza e a coerência do seu texto. Desse modo, comece introduzindo o tema de forma clara e objetiva, indicando o assunto que será abordado.

Na introdução, ofereça um contexto relevante para o leitor — ou seja, para a banca corretora — entender a importância do tema. Isso ajuda a estabelecer a conexão inicial.

Para o desenvolvimento, os parágrafos devem abordar uma argumentação refentes ao tema específico. Assim, mantenha uma sequência lógica e evite divagações. Além disso, apresente argumentos sólidos que sustentem sua posição. Use exemplos, dados e evidências para reforçar seus pontos.

Na conclusão, recapitule sua posição ou tese, reforçando a mensagem principal que você quer transmitir.

5. Não bata na mesma tecla:

Para manter o texto dinâmico, atraente e mostrar domínio do vocabulário, é fundamental evitar repetições.

Palavras repetidas podem ser substituídas por sinônimos. Isso evita que o texto seja monótono e aumenta sua qualidade. Então, procure palavras com diferentes tonalidades de significado, que podem enriquecer seu texto.

Além disso, a redundância, ou seja, a repetição desnecessária de palavras, ideias, informações ou expressões em um texto, pode resultar em uma comunicação repetitiva e pouco eficiente.

Aprimore sua escrita com o CRIA

Agora que você já sabe como fazer uma boa redação para o vestibular, é hora de praticar. Com isso, o CRIA pode te ajudar. Mas o que é o CRIA?

Projetado para ser um corretor de redações baseado em inteligência artificial e processamento de linguagem natural, o CRIA é uma ferramenta útil e simples de utilizar.

Assim, ele utiliza modelos de aprendizado de máquina gerados por meio de redações escritas por alunos reais e corrigidas por professores.

Então, através do modelo, o CRIA realiza a correção das redações seguindo os parâmetros gerais cobrados por diversos vestibulares.

correcao do cria
Agora o CRIA corrige suas redações de todos os vestibulares – Foto: CRIA.

Quais são as funcionalidades do CRIA?

  • Análise instantânea da redação;
  • Simulação da sua nota do ENEM por competência;
  • Identificação de desvios, todos marcados no seu texto;
  • Traz correções detalhadas por competência;
  • Histórico de progresso;
  • Fornece dados para melhorias na escrita, em texto e/ou avatar explicativo;
  • Plataforma gamificada, pode compartilhar com amigos e obter vantagens;
  • Professor olha as correções do CRIA e pode alterar conforme achar necessário, assim o CRIA sempre aprende com eles.
O CRIA, uma ferramenta de correção de redações com inteligência artificial, te ajuda a praticar para o ENEM — Vídeo: Reprodução.

Qual o passo a passo para utilizar o CRIA?

Após escolher o plano, seu acesso à plataforma será liberado. Então, você pode escolher um tema disponível no site ou enviar outro tema desejado.

Em seguida, escreva o texto na área indica e submeta para correção. Em até 2 minutos sua redação do ENEM estará corrigida conforme as 5 competências do ENEM.

Por fim, após realizar as correções indicadas, atualize a análise para obter um novo resultado.

inteligencia artificial para corrigir redacao
CRIA: corretor de redação por inteligência artificial — Foto: CRIA.

Acompanhe seu progresso

Assim, após enviar as redações, é possível acessar outra ferramenta disponível para os alunos do CRIA: o gráfico com histórico de pontuação.

Assim, por meio dele, é possível visualizar de maneira clara as competências que precisam de mais atenção.

grafico de correcao de redacao interativo
Gráfico de correção de redação interativo — Foto: CRIA.

A quem o CRIA se destina?

  • Para os professores, visamos diminuir a sobrecarga e otimizar a gestão da turma;
  • Para os alunos, tornarmos o processo mais ágil, divertido, incentivando a prática constante.

Vamos começar? Então acesse aqui.

Esse artigo foi útil?

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Lamentamos que este post não tenha sido útil pra você.

Vamos melhorar este post.

Como podemos melhorar esse post?

Mais recentes

como e a redacao da uft

Como é a redação da UFT 2024/2?

A redação da UFT segue o padrão comum de muitos vestibulares, solicitando aos candidatos que produzam um texto dissertativo-argumentativo. A avaliação é baseada em cinco competências específicas, conforme detalhado no edital da instituição.

Leia mais »