CRIA logo

O que mais cai de Língua Portuguesa no ENEM?

Compartilhe

Saber o que mais cai de língua portuguesa no ENEM permite uma orientação assertiva dos estudos. Preparamos as principais áreas para você.

O que mais cai de Língua Portuguesa no ENEM? Diversos conteúdos são vistos com frequência na prova de Linguagens, Código e suas Tecnologias, desde interpretação de texto até variação linguística e gêneros textuais.

No Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), a área de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias abrange diversos conteúdos de Língua Portuguesa.

Assim, os conteúdos que mais caem podem variar entre questões que exigem a capacidade de compreender textos de diferentes gêneros, até variação linguística e figuras de linguagem.

Então, confira agora o que mais cai de Língua Portuguesa no ENEM. Continue com o CRIA e boa leitura.

o que mais cai de lingua portuguesa no enem
É importante entender que o ENEM pode incluir questões que abordam uma variedade de tópicos relacionados à língua portuguesa e à linguagem em geral – Foto: Freepik.

O que mais cai de Língua Portuguesa no ENEM?

Você sabe o que mais cai de Língua Portuguesa no ENEM? Além da interpretação de textos, variação linguística e intertextualidade, outros temas importantes de Língua Portuguesa são frequentemente abordados no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM).

Então, confira abaixo os conteúdos que mais caem no ENEM:

1. Interpretação de texto

Em várias facetas da vida, como a educação, o trabalho e a vida cotidiana, a interpretação de texto é uma habilidade essencial.

Assim, ela consiste na capacidade de entender, analisar e extrair o significado de textos escritos em uma variedade de formatos, incluindo ensaios, artigos, narrativas, poesias, notícias e outros.

Dessa forma, o ENEM traz questões que exigem a capacidade de compreender textos de diferentes gêneros (como narrativos, argumentativos, informativos, etc.) e interpretá-los de maneira crítica, identificando ideias principais, inferências, objetivos do autor, etc.

Então, confira abaixo uma questão do ENEM sobre interpretação de texto:

Questão – ENEM 2020

Chiquito tinha quase trinta quando conheceu Mariana num baile de casamento na Forquilha, onde moravam uns parentes dele. Por lá foi ficando, remanchando. Fez mal à moça, como costumavam dizer, tiveram de casar às pressas. Morou uns tempos com o sogro, descombinaram. Foi só conta de colher o milho e vender. Mudou pra casa do velho Chico Lourenço [seu pai]. Fumaça própria só viu subir um par de anos depois, quando o pai repartiu as terras. De tão parecidos, pai e filho nunca combinaram direito. Cada qual mais topetudo, muitas vezes dona Aparecida ouvia o marido reclamar da natureza forte do filho. Ela escutava com paciência e respondia dum jeito sempre igual:

— “Quem herda, não rouba”.

Vinha um brilho nos olhos, o velho se acalmava.

ROMANO, O. Casos de Minas. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1982.

Os ditados populares são frases de sabedoria criadas pelo povo, utilizadas em várias situações da vida. Nesse texto, a personagem emprega um ditado popular com a intenção de:

a) criticar a natureza forte do filho.
b) justificar o gênio difícil de Chiquito.
c) legitimar o direito do filho à herança.
d) conter o ânimo violento de Chico Lourenço.
e) condenar a agressividade do marido contra o filho.

GABARITO: B

2. Variação Linguística

No Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), a variação linguística está presente em várias questões de linguagens, códigos e tecnologias. Os exames abordam esse assunto de várias maneiras, mas eles concentram-se principalmente em questões de interpretação de texto e análise linguística.

Assim, a variação linguística no ENEM é estudada para enfatizar a variedade da língua portuguesa e suas manifestações em vários contextos sociais, culturais e geográficos.

Então, confira abaixo uma questão do ENEM sobre variação linguística:

Questão – ENEM 2022

Gírias das redes sociais caem na boca do povo

Nem adianta fazer a egípcia! Entendeu? Veja o glossário com as principais expressões da internet

            Lacrou, biscoiteiro, crush. Quem nunca se deparou com ao menos uma dessas palavras não passa muito tempo nas redes sociais. Do dia para a noite, palavras e frases começaram a definir sentimentos e acontecimentos, e o sucesso desse tour foi parar no vocabulário de muita gente. O dialeto já não se restringe só à web. O contato constante com palavras do ambiente on-line acaba rompendo a barreira entre o mundo virtual e o mundo real. Quando menos se espera, começamos a repetir, em conversas do dia a dia, o que aprendemos na internet. A partir daí, juntamos palavras já conhecidas do nosso idioma às novas expressões.

Glossário de expressões

Biscoiteiro: alguém que faz de tudo para ter atenção o tempo inteiro, para ter curtidas.
Chamar no probleminha: conversar no privado.
Crush: alguém que desperta interesse.
Divou: estar muito produzida, sair bem em uma foto, assim como uma diva.
Fazer a egípcia: ignorar algo.
Lacrou/sambou: ganhar uma discussão com bons argumentos a ponto de não haver possibilidade de resposta.
Stalkear : investigar sobre a vida de alguém nas redes sociais.

Disponível em: https://odia.ig.com.br. Acesso em: 19 jun. 2019 (adaptado).

Embora migrando do ambiente on-line para o vocabulário das pessoas fora da rede, essas expressões não são consideradas como características do uso padrão da língua porque

a) definem sentimentos e acontecimentos corriqueiros na web.
b) constituem marcas específicas de uma determinada variedade.
c) passam a integrar a fala das pessoas em conversas cotidianas.
d) são empregadas por quem passa muito tempo nas redes sociais.
e) complementam palavras e expressões já conhecidas do português. 

GABARITO: B

3. Gêneros textuais

Os gêneros textuais são categorias de texto que possuem características comuns em termos de estrutura, propósito comunicativo, estilo e contexto de uso. Nesse sentido, são interpelados por padrões de comunicação, estrutura e linguagem que se repetem em textos específicos.

Assim, os gêneros textuais variam conforme a cultura, a época, o propósito da comunicação e a sociedade que os produziu. Contos, poemas, artigos de jornal, cartas, e-mails, relatórios, ensaios, resenhas e receitas são alguns exemplos comuns de gêneros textuais.

Então, confira abaixo uma questão do ENEM sobre gêneros textuais:

Questão – ENEM 2010

Joaquim Maria Machado de Assis, cronista, contista, dramaturgo, jornalista, poeta, novelista, romancista, crítico e ensaísta, nasceu na cidade do Rio de Janeiro em 21 de junho de 1839. Filho de um operário mestiço de negro e português, Francisco José de Assis, e de D. Maria Leopoldina Machado de Assis, aquele que viria a tornar-se o maior escritor do país e um mestre da língua, perde a mãe muito cedo e é criado pela madrasta, Maria Inês, também mulata, que se dedica ao menino e o matricula na escola pública, única que frequentou o autodidata Machado de Assis.

(Disponível em: http://www.passeiweb.com. Acesso em: 1 maio 2009).

Considerando os seus conhecimentos sobre os gêneros textuais, o texto citado constitui-se de

a) fatos ficcionais, relacionados a outros de caráter realista, relativos à vida de um renomado escritor.
b) representações generalizadas acerca da vida de membros da sociedade por seus trabalhos e vida cotidiana.
c) explicações da vida de um renomado escritor, com estrutura argumentativa, destacando como tema seus principais feitos.
d) questões controversas e fatos diversos da vida de personalidade histórica, ressaltando sua intimidade familiar em detrimento de seus feitos públicos.
e) apresentação da vida de uma personalidade, organizada sobretudo pela ordem tipológica da narração, com um estilo marcado por linguagem objetiva.

GABARITO: E

4. Interpretação de texto não verbal

O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) também avalia a interpretação de texto não verbal, uma habilidade crucial.

Desse modo, o ENEM é conhecido principalmente por suas questões de interpretação de texto verbal, que exigem a compreensão de conteúdos escritos.

No entanto, também há questões que exigem a interpretação de informações em recursos visuais como charges, quadrinhos, imagens, tabelas, mapas e gráficos.

Então, confira abaixo uma questão do ENEM sobre interpretação de texto não verbal:

Questão – ENEM 2020

o que mais cai de lingua portuguesa no enem

Disponível em: http://www.bhaz.com.br. Acesso em: 14 jun. 2018.

Essa campanha de conscientização sobre o assédio sofrido pelas mulheres nas ruas constrói-se pela combinação da linguagem verbal e não verbal. A imagem da mulher com o nariz e a boca cobertos por um lenço é a representação não verbal do(a)

a) silêncio imposto às mulheres, que não podem denunciar o assédio sofrido.
b) metáfora de que as mulheres precisam defender-se do assédio masculino.
c) incapacidade de as mulheres protegerem-se da agressão verbal dos assediadores.
d) constrangimento pelo qual passam as mulheres e sua tentativa de esconderem-se.
e) necessidade que as mulheres têm de passarem despercebidas para evitar o assédio.

GABARITO: B

5. Intertextualidade

No Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), um conceito importante é a intertextualidade. Então, o termo “intertextualidade” refere-se à maneira como diferentes textos se relacionam entre si, sejam eles literários, jornalísticos, históricos, artísticos ou de outras naturezas, e à capacidade de reconhecer e entender essas conexões entre eles.

O ENEM tem questões sobre intertextualidade, principalmente interpretação de texto e análise linguística. Assim, confira abaixo uma questão do ENEM sobre intertextualidade:

Questão – ENEM 2020 (2ª aplicação)

Participação feminina em projetos submetidos à Fapesp*

intertextualidade

Mulheres na ciência. Pesquisa Fapesp, n. 259, set. 2017.

TEXTO II

As ações “Meninas Internacionais no Dia das TIC” são comemoradas todos os anos no mundo todo. O evento tem como objetivo criar um ambiente global que capacita e incentiva mulheres jovens a considerar a área crescente de TIC (Tecnologias de Informação e Comunicação), permitindo que tanto as profissionais quanto as empresas de tecnologia colham os benefícios de uma maior participação feminina nesse setor.

Segundo a União Internacional de Telecomunicações (UIT), atualmente existem cerca de 260 milhões de usuárias de internet a menos na comparação com os homens conectados. E, para reverter esse cenário, o evento busca proporcionar atividades de capacitação, além de discutir assuntos factuais sobre o mercado de trabalho.

Disponível em: www.em.com.br. Acesso em: 21 maio 2018.

Em ambos os textos, constata-se que a participação das mulheres nas diferentes áreas de conhecimento

a) apresenta taxas de crescimento significativas em relação à dos homens.
b) superou a produção masculina na construção de projetos ao longo dos anos.
c) vem sendo estimulada por meio de ações educativas em diferentes setores.
d) tem se transformado, seja pela iniciativa feminina, seja pelo incentivo de organizações.
e) dobrou em relação à atuação de pesquisadores do outro gênero, no intervalo de 16 anos.

GABARITO: D

Aprimore sua escrita com o CRIA

Agora que você já sabe o que mais cai de Língua Portuguesa no ENEM, o CRIA pode ser a ferramenta ideal para esse processo. Mas o que é o CRIA?

Projetado para ser um corretor de redações baseado em inteligência artificial e processamento de linguagem natural, o CRIA é uma ferramenta útil e simples de utilizar.

Assim, ele utiliza modelos de aprendizado de máquina gerados por meio de redações escritas por alunos reais e corrigidas por professores.

Então, através do modelo, o CRIA realiza previsões de notas por competência, análise de contexto na introdução, previsão de defesa de tese, previsão de fuga ao tema, previsão de intervenção, uso de parônimas e homônimas, etc.

Quais são as funcionalidades do CRIA?

  • Análise instantânea da redação;
  • Simulação da sua nota do ENEM por competência;
  • Identificação de desvios, todos marcados no seu texto;
  • Traz correções detalhadas por competência;
  • Histórico de progresso;
  • Fornece dados para melhorias na escrita, em texto e/ou avatar explicativo;
  • Plataforma gamificada, pode compartilhar com amigos e obter vantagens;
  • Professor olha as correções do CRIA e pode alterar conforme achar necessário, assim o CRIA sempre aprende com eles.
O CRIA, uma ferramenta de correção de redações com inteligência artificial, te ajuda a praticar para o ENEM — Vídeo: Reprodução.

Acompanhe seu progresso

Após enviar as redações, é possível acessar outra ferramenta disponível para os alunos do CRIA: o gráfico com histórico de pontuação.

Assim, por meio dele, é possível visualizar de maneira clara as competências que precisam de mais atenção.

grafico de correcao de redacao interativo
Gráfico de correção de redação interativo — Foto: CRIA.

A quem o CRIA se destina?

  • Para os professores, visamos diminuir a sobrecarga e otimizar a gestão da turma;
  • Para os alunos, tornarmos o processo mais ágil, divertido, incentivando a prática constante.

Vamos começar? Então acesse aqui.

Esse artigo foi útil?

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Lamentamos que este post não tenha sido útil pra você.

Vamos melhorar este post.

Como podemos melhorar esse post?

Mais recentes

como e a redacao da uft

Como é a redação da UFT 2024/2?

A redação da UFT segue o padrão comum de muitos vestibulares, solicitando aos candidatos que produzam um texto dissertativo-argumentativo. A avaliação é baseada em cinco competências específicas, conforme detalhado no edital da instituição.

Leia mais »