CRIA logo

Gênero textual resposta interpretativa: estrutura e exemplos!

Compartilhe

Em uma resposta interpretativa, você expressa opiniões e interpretações sobre um tema, com uma tese e argumentos que apoiem seu ponto de vista.

O gênero textual resposta interpretativa propõe aos candidatos expressarem suas próprias interpretações e opiniões sobre um assunto ou proposta de redação. Além de interpretar as informações, esse gênero prevê a apresentação de uma tese e dados que possam apoiá-las.

A resposta interpretativa é um gênero textual que permite aos autores expressarem suas próprias interpretações e análises críticas sobre obras culturais, eventos ou conceitos. Assim, contribui para um diálogo mais amplo.

Embora sua característica principal seja a interpretação, a argumentação é a sustentação das ideias apresentadas. Então, é através de seus argumentos que se permite a condução da banca corretora ou leitor do texto por sua interpretação.

Quer entender melhor como produzir o gênero textual resposta interpretativa? Continue com o CRIA e boa leitura.

genero textual resposta interpretativa
As questões dissertativas precisam ser encaradas como um instrumento que desenvolva a leitura e a produção escrita – Foto: Freepik.

O que é gênero textual resposta interpretativa?

Escrever uma resposta interpretativa tem um objetivo claro: responder a uma pergunta, detalhando o que foi interpretado sobre o assunto solicitado. Assim, esse gênero exige algumas habilidades específicas, como de compreensão, interpretação e argumentação.

Nesse sentido, a capacidade de compreender e discutir um texto, incluindo conexões com outros assuntos, é fundamental para interpretar um texto.

Além disso, envolve a análise e compreensão ideias apresentadas no texto, bem como a capacidade de relacioná-las ao contexto mais amplo em que estão inseridas.

Você também pode se interessar por:

Qual o objetivo do gênero textual resposta interpretativa?

De modo geral, o parágrafo que compõe uma resposta escrita geralmente inclui uma tese, dados e considerações que vinculam uma ideia específica.

Desse modo, o objetivo principal de apresentar uma interpretação é que ela seja aceita, de forma que o parágrafo interpretativo possa ter uma característica persuasiva e afirmativa, ou seja, uma declaração.

Como devem ser os parágrafos?

Além disso, os parágrafos devem ser curtos para evitarem comentários excessivos na introdução. Então, isso significa que sua produção deve ser bem estruturada e organizada, ainda mais pela limitação de linhas que existe nas provas vestibulares.

Escolha dos argumentos

Ao escolher argumentos, certifique-se de escolher aqueles que tenham certeza de que sejam pertinentes ao assunto. Assim, escolha argumentos que podem facilmente ser corroborados para evitar mais explicações e exemplos.

Coesão entre frases e parágrafos

Segundo Ana Maria da Silva, o aspecto linguístico do texto em questão é a coesão, pois, embora o texto seja curto, as ideias precisam ser coerentes.

Portanto, os pronomes, as palavras-chave, as expressões sintetizadoras e as expressões de transição, entre outras formas, servem como referências anafóricas e catafóricas.

Já em relação à conexão de parágrafos, é interessante utilizar conectivos de transição. Essas expressões podem representar conceitos como causa ou efeito, exemplificação, concessão, contraste, reafirmação ou resumo, ligação temporal e muito mais.

Planejamento textual da sua resposta interpretativa:

  1. Ler o enunciado e identificar as informações solicitadas;
  2. Ler o texto-base e selecionar as informações solicitadas no item 1;
  3. Verificar a possibilidade de expandir as informações do texto-base com seu repertório sociocultural (sem fugir ao tema).

Dicas para redigir a resposta interpretativa

  1. Retomar o enunciado (caso sejam duas ações distintas, retome ambas)
  2. Retomar a informação selecionada no enunciado;
  3. Analisar a informação, interpretando-a conforme o que é pedido e expandindo-a a partir do seu repertório.

Exemplo de proposta de redação da resposta interpretativa

O Vestibular de Verão da Universidade Estadual de Maringá (UEM) em 2008 propôs aos candidatos a produção do gênero textual resposta interpretativa.

De modo geral, esse gênero foi solicitado outros anos, sendo bem comum na instituição. Assim, confira abaixo a proposta da universidade:

Vestibular Verão/2008 UEM:

Texto-base:

Sonhar é transportar-se em asas de ouro e aço
Aos páramos azuis da luz e da harmonia;
É ambicionar o céu; é dominar o espaço,
Num vôo poderoso e audaz da fantasia.
Fugir ao mundo vil, tão vil que, sem cansaço,
Engana, e menospreza, e zomba, e calúnia;
Encastelar-se, enfim, no deslumbrante paço
De um sonho puro e bom, de paz e de alegria.
É ver no lago um mar, nas nuvens um castelo,
Na luz de um pirilampo um sol pequeno e belo;
É alçar, constantemente, o olhar ao céu profundo.
Sonhar é ter um grande ideal na inglória lida:
Tão grande que não cabe inteiro nesta vida,
Tão puro que não vive em plagas desse mundo.

(KOLODY, Helena. Viagem no espelho e vinte e um poemas inéditos. Curitiba-PR: Criar Edições, 2001)

Proposta de redação:

O poema de Helena Kolody apresenta algumas funções dos sonhos mostradas nos fragmentos da coletânea. Redija, em até 15 linhas, uma resposta interpretativa, que indique quais são as funções dos sonhos presentes no poema e relacione, pelos menos, duas delas com os fragmentos dos textos da coletânea.

Exemplo de gênero textual resposta interpretativa:

A seguir, há um exemplo de redação produzida para essa proposta disponibilizada na monografia de Ana Maria da Silva:

Helena Kolody apresenta em seu poema algumas funções dos sonhos a saber: alerta do inconsciente, fuga da realidade e estímulo ao processo criativo.

Na primeira estrofe, a autora afirma que sonhar é ambicionar o céu e dominar o espaço, caracterizando o que a psicóloga Tatiana Vasconcelos Cordeiro chama de “alternativas para a consciência”, sugeridas pelo inconsciente aos complexos, que por meio do egocentrismo do sonho descrito, acabam compensados.

Já a fuga da realidade pode ser observada nas segunda e ultima estrofes, onde a autora afirma, respectivamente, fugir ao mundo e encastelar-se em um sonho bom e ter um grande ideal em seus sonhos. As passagens referidas se enquadram na afirmação de Kwasisnki, psicólogo e professor de mitologia, de que no dia-a-dia, temos que nos enquadrar nos padrões da sociedade, mas nos sonhos podemos nos mostrar.

Na terceira estrofe, fica evidente o estímulo a criatividade durante os sonhos, como no fragmento: “É ver no lago um mar”. Tal função é explicada pelo neurocientista Sidarta Ribeiro, diretor científico do Instituto Internacional de Neurociência Edmond e Lily Safra. Ele afirma que durante o sono, as memórias interagem, estimulando a criatividade.

Análise da resposta interpretativa

A habilidade de escrever uma resposta interpretativa eficaz é fundamental em diversas áreas acadêmicas e profissionais.

Desse modo, seja em análises literárias, interpretação de dados ou resolução de problemas complexos, a capacidade de compreender e comunicar de forma clara e persuasiva é uma competência valiosa.

Então, confira a seguir uma análise da resposta interpretativa:

  • Retome a proposta de redação. Lembre-se que esse gênero é uma resposta e, assim, deve responder o solicitado.

Exemplo:

“Helena Kolody apresenta em seu poema algumas funções dos sonhos a saber: alerta do inconsciente, fuga da realidade e estímulo ao processo criativo.”

  • O segundo aspecto da estrutura do gênero é a apresentação dos dados que afirmam e apoiam a tese expressa na afirmação da questão.

Exemplo:

“alerta do inconsciente, fuga da realidade e estímulo ao processo criativo”

  • A interpretação com elementos do texto interpretado, que confirma a afirmação inicial e confirma a ideia apresentada sobre os dados, é o terceiro componente da estrutura da resposta interpretativa.
genero textual resposta interpretativa
O gênero resposta interpretativa em situação vestibular de Ana Maria da Silva – Foto: UEM.

Como resultado, o diagrama mostra a estrutura da resposta interpretativa que consiste em quatro parágrafos. Então, o primeiro parágrafo apresenta a ideia principal que será desenvolvida nos parágrafos subsequentes, sem a necessidade de uma introdução.

Aprimore sua escrita com o CRIA

Agora que você já sabe como funciona o gênero textual resposta interpretativa, o CRIA pode ser a ferramenta ideal para esse processo. Mas o que é o CRIA?

Projetado para ser um corretor de redações baseado em inteligência artificial e processamento de linguagem natural, o CRIA é uma ferramenta útil e simples de utilizar.

Assim, ele utiliza modelos de aprendizado de máquina gerados por meio de redações escritas por alunos reais e corrigidas por professores.

Através do modelo, o CRIA realiza previsões de notas por competência, análise de contexto na introdução, previsão de defesa de tese, previsão de fuga ao tema, previsão de intervenção, uso de parônimas e homônimas, etc.

Quais são as funcionalidades do CRIA?

  • Análise instantânea da redação;
  • Simulação da sua nota do ENEM por competência;
  • Identificação de desvios, todos marcados no seu texto;
  • Traz correções detalhadas por competência;
  • Histórico de progresso;
  • Fornece dados para melhorias na escrita, em texto e/ou avatar explicativo;
  • Plataforma gamificada, pode compartilhar com amigos e obter vantagens;
  • Professor olha as correções do CRIA e pode alterar conforme achar necessário, assim o CRIA sempre aprende com eles.
O CRIA, uma ferramenta de correção de redações com inteligência artificial, te ajuda a praticar para o ENEM — Vídeo: Reprodução.

Acompanhe seu progresso

Após enviar as redações, é possível acessar outra ferramenta disponível para os alunos do CRIA: o gráfico com histórico de pontuação.

Assim, por meio dele, é possível visualizar de maneira clara as competências que precisam de mais atenção.

grafico de correcao de redacao interativo
Gráfico de correção de redação interativo — Foto: CRIA.

A quem o CRIA se destina?

  • Para os professores, visamos diminuir a sobrecarga e otimizar a gestão da turma;
  • Para os alunos, tornarmos o processo mais ágil, divertido, incentivando a prática constante.

Vamos começar? Então acesse aqui.

Esse artigo foi útil?

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Lamentamos que este post não tenha sido útil pra você.

Vamos melhorar este post.

Como podemos melhorar esse post?

Mais recentes

como e a redacao da uft

Como é a redação da UFT 2024/2?

A redação da UFT segue o padrão comum de muitos vestibulares, solicitando aos candidatos que produzam um texto dissertativo-argumentativo. A avaliação é baseada em cinco competências específicas, conforme detalhado no edital da instituição.

Leia mais »