CRIA logo

Livros brasileiros que todo vestibulando deveria ler!

Compartilhe

A literatura brasileira carrega nossa história e nossa cultura, refletindo a sociedade em diferentes épocas e contextos. Confira 10 livros que todo vestibulando precisa ler!

A leitura não apenas amplia o repertório cultural dos vestibulandos, mas também os prepara para compreender e analisar textos literários de forma crítica e reflexiva. Mas quais livros escolher? O CRIA listou 10 livros brasileiros que todo vestibulando deveria ler.

A variedade e a diversidade da literatura brasileira mostram a história, a cultura e a sociedade do país. Para os candidatos ao vestibular, a leitura de alguns livros-chave pode ajudá-los a expandir seu repertório cultural e melhorar sua compreensão dos contextos históricos, sociais e políticos.

Além disso, a leitura desses livros pode auxiliar no desenvolvimento de suas habilidades analíticas e interpretativas, fundamentais para conquistar boas pontuações nos exames vestibulares e ingressar nas universidades.

Assim, conheça 10 livros brasileiros que todo vestibulando deveria ler. Continue com o CRIA e boa leitura.

livros brasileiros que todo vestibulando deveria ler
A literatura brasileira é rica e diversificada, refletindo a história, a cultura e as múltiplas identidades do Brasil ao longo dos séculos – Foto: Freepik.

10 livros brasileiros que todo vestibulando deveria ler

A seguir, apresentaremos uma seleção selecionada de 10 livros brasileiros que todos os candidatos ao exame devem ler. Assim, nossa lista abrange uma variedade de temas, períodos e estilos da literatura nacional.

Nesse sentido, essas obras não apenas fornecem uma visão abrangente da diversidade e complexidade da literatura brasileira, mas também oferecem insights profundos sobre a cultura, a sociedade e a identidade brasileira.

Você também pode se interessar por:

1. Memórias Póstumas de Brás Cubas

Machado de Assis é considerado um dos maiores escritores da literatura brasileira por seu romance “Memórias Póstumas de Brás Cubas”. Este é um clássico do realismo brasileiro, sendo publicado pela primeira vez em 1881.

Além disso, Brás Cubas é o narrador da obra, um escritor falecido que, após sua morte, decide contar sua própria história, refletindo sobre sua vida, decisões tomadas e a sociedade em que viveu.

A ironia, o humor ácido e as profundas discussões psicológicas do protagonista e dos personagens que o rodeiam são características distintivas da narrativa. Por isso, no Brasil, o livro é amplamente estudado e considerado uma das obras mais significativas da literatura.

Onde acessar o livro? Domínio Público.

2. A Hora da Estrela

Uma das obras mais notáveis da literatura brasileira escrita por Clarice Lispector é “A Hora da Estrela”. Este romance breve e poderoso, publicado em 1977, retrata a vida de uma jovem migrante nordestina que vive na cidade do Rio de Janeiro. Rodrigo S.M. é o narrador da história de Macabéa.

Assim, ele escreve a história com uma mistura de compaixão, empatia e uma profunda reflexão sobre a condição humana. Então, temas como solidão, marginalização social, identidade e a busca por significado na existência são discutidos no livro.

Com sua prosa introspectiva e poética, Clarice Lispector explora a complexidade das relações humanas e a experiência da vida nas margens da sociedade. Desse modo, ela deixou um impacto significativo na literatura brasileira contemporânea e se tornou um cânone.

Onde acessar? Amazon.

3. Grande Sertão: Veredas

“Grande Sertão: Veredas” é um clássico da literatura brasileira escrito e publicado em 1956 por João Guimarães Rosa. Desse modo, este épico modernista se ambienta no sertão brasileiro e conta as aventuras e pensamentos de Riobaldo, um jagunço (cangaceiro), e seus conflitos morais, políticos e espirituais.

O leitor é introduzido em um ambiente de violência, honra, amor e espiritualidade durante a viagem de Riobaldo. Além disso, o protagonista enfrenta suas próprias dúvidas e questões sobre o bem e o mal, o destino e a liberdade.

Onde acessar? Amazon.

4. Capitães de Areia

O livro “Capitães de Areia”, escrito por Jorge Amado e lançado em 1937, é um marco na literatura brasileira. Assim, o livro conta a história de um grupo de meninos de rua em Salvador chamados de “Capitães de Areia”, que vivem à margem da sociedade e tentam sobreviver nas ruas da cidade fazendo pequenos furtos.

Então, a história descreve de maneira contundente e dolorosa as condições sociais e econômicas do Brasil durante a década de 1930, abordando problemas como a pobreza, a desigualdade social e a falta de oportunidades para adolescentes e crianças marginalizadas.

Onde acessar? Amazon.

5. Iracema

“Iracema” é um clássico da literatura brasileira escrito por José de Alencar e lançado pela primeira vez em 1865. Então, esta obra é considerada uma das principais manifestações do romantismo brasileiro e um dos pilares do movimento literário indianista no Brasil.

Além disso, o romance se ambienta no período colonial do Brasil e conta a história de um amor impossível entre Martim, um colonizador português, e Iracema, uma linda indígena tabajara.

Onde acessar? Domínio Público.

6. A rosa do povo

Um dos principais escritores da literatura brasileira, Carlos Drummond de Andrade, escreveu uma obra importante chamada “A Rosa do Povo”. Este livro, publicado em 1945, é considerado um marco na trajetória do autor e na poesia brasileira contemporânea.

“A Rosa do Povo” é dividida em três partes e contém uma variedade de poemas que abordam vários temas, incluindo amor, guerra, injustiça social, vida urbana e a busca por sentido em meio às contradições da existência humana.

Onde acessar? Amazon.

7. Seminário dos ratos

“Seminário dos Ratos” é um conto escrito por Lygia Fagundes Telles, uma das mais importantes escritoras brasileiras do século XX. Publicado em 1977, o conto faz parte da coletânea “Seminário dos Ratos”, que recebeu o Prêmio Jabuti de melhor livro de contos em 1978.

Assim, a história se passa em um seminário, onde um grupo de ratos se reúne para discutir questões existenciais e filosóficas, como a liberdade, o conhecimento e a busca pelo sentido da vida.

Desse modo, o conto é uma alegoria que reflete as tensões políticas e sociais do Brasil durante o regime militar, abordando temas como repressão, medo e resistência.

Onde acessar? Amazon.

8. Olhos D’Agua 

“Olhos d’Água” é um livro de contos escrito por Conceição Evaristo, uma escritora brasileira de reconhecimento internacional. Assim, esta obra, composta por uma coleção de contos publicados em 2014, aborda as experiências e desafios das mulheres negras que vivem nas periferias urbanas do Brasil.

Os contos de “Olhos d’Água” oferecem uma visão profunda e sensível das realidades que as mulheres negras enfrentam quando se encontram em contextos de marginalização social, pobreza e violência.

Além disso, a autora aborda temas como racismo, machismo, maternidade, sexualidade e resistência, oferecendo uma narrativa marcada pela delicadeza e força.

Onde acessar? Amazon.

9. O Quinze

Este livro, que foi publicado em 1930, é considerado um clássico da literatura regionalista nordestina e uma das obras mais significativas do modernismo brasileiro.

A história de “O Quinze” ocorre no sertão nordestino durante a seca de 1915, uma das épocas mais difíceis da região. Além disso, o livro conta as histórias de duas mulheres entrelaçadas: Vicente, um agricultor que luta pela sobrevivência no campo, e Conceição, uma jovem do interior que luta contra a seca e a migração para a cidade em busca de uma vida melhor.

Onde acessar? Amazon.

10. Quarto de despejo

“Quarto de Despejo: Diário de uma Favelada” é um livro da escritora brasileira Carolina Maria de Jesus, que ganhou reconhecimento internacional. Este livro, publicado em 1960, é uma narrativa autobiográfica sobre a vida diária de Carolina Maria de Jesus e seus filhos na favela do Canindé, em São Paulo, durante as décadas de 1950.

Assim, em seu diário, Carolina relata as difíceis condições de vida na favela, sua luta diária pela sobrevivência, a violência, a fome e a miséria que ela e os outros moradores enfrentam.

Desse modo, ao usar uma linguagem simples e direta, a autora apresenta uma visão única sobre as injustiças sociais e a desigualdade no Brasil, expressando sua realidade com uma mistura de revolta, indignação e esperança.

Onde acessar? Amazon

Aprimore sua escrita com o CRIA

Agora que você conferiu 10 livros brasileiros que todo vestibulando deveria ler, é hora de praticar. Com isso, o CRIA pode te ajudar. Mas o que é o CRIA?

Projetado para ser um corretor de redações baseado em inteligência artificial e processamento de linguagem natural, o CRIA é uma ferramenta útil e simples de utilizar.

Assim, ele utiliza modelos de aprendizado de máquina gerados por meio de redações escritas por alunos reais e corrigidas por professores.

Então, através do modelo, o CRIA realiza a correção das redações seguindo os parâmetros gerais cobrados por diversos vestibulares.

correcao do cria
Agora o CRIA corrige suas redações de todos os vestibulares – Foto: CRIA.

Quais são as funcionalidades do CRIA?

  • Análise instantânea da redação;
  • Simulação da sua nota do ENEM por competência;
  • Identificação de desvios, todos marcados no seu texto;
  • Traz correções detalhadas por competência;
  • Histórico de progresso;
  • Fornece dados para melhorias na escrita, em texto e/ou avatar explicativo;
  • Plataforma gamificada, pode compartilhar com amigos e obter vantagens;
  • Professor olha as correções do CRIA e pode alterar conforme achar necessário, assim o CRIA sempre aprende com eles.
O CRIA, uma ferramenta de correção de redações com inteligência artificial, te ajuda a praticar para o ENEM — Vídeo: Reprodução.

Qual o passo a passo para utilizar o CRIA?

Após escolher o plano, seu acesso à plataforma será liberado. Então, você pode escolher um tema disponível no site ou enviar outro tema desejado.

Em seguida, escreva o texto na área indica e submeta para correção. Em até 2 minutos sua redação do ENEM estará corrigida conforme as 5 competências do ENEM.

Por fim, após realizar as correções indicadas, atualize a análise para obter um novo resultado.

inteligencia artificial para corrigir redacao
CRIA: corretor de redação por inteligência artificial — Foto: CRIA.

Acompanhe seu progresso

Após enviar as redações, é possível acessar outra ferramenta disponível para os alunos do CRIA: o gráfico com histórico de pontuação.

Assim, por meio dele, é possível visualizar de maneira clara as competências que precisam de mais atenção.

grafico de correcao de redacao interativo
Gráfico de correção de redação interativo — Foto: CRIA.

A quem o CRIA se destina?

  • Para os professores, visamos diminuir a sobrecarga e otimizar a gestão da turma;
  • Para os alunos, tornarmos o processo mais ágil, divertido, incentivando a prática constante.

Vamos começar? Então acesse aqui.

Esse artigo foi útil?

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Lamentamos que este post não tenha sido útil pra você.

Vamos melhorar este post.

Como podemos melhorar esse post?

Mais recentes

como e a redacao da uft

Como é a redação da UFT 2024/2?

A redação da UFT segue o padrão comum de muitos vestibulares, solicitando aos candidatos que produzam um texto dissertativo-argumentativo. A avaliação é baseada em cinco competências específicas, conforme detalhado no edital da instituição.

Leia mais »