CRIA logo

Gênero textual entrevista: o que é e qual a estrutura?

Compartilhe

Uma entrevista traz narrativas únicas, compartilhando conhecimento e histórias. Mesmo assim, ela possui uma estrutura própria. Veja como fazer!

O gênero textual entrevista é uma oportunidade de descobrir narrativas únicas, ampliar horizontes e, em última análise, fomentar a comunicação entre as mentes que compartilham e as que buscam conhecer. Com uma estrutura simples, é preciso seguir algumas etapas antes de sua redação.

A entrevista jornalística é um gênero textual que desperta grande interesse público, registrando por escrito um diálogo sobre determinado tema entre alguém que pergunta – o entrevistador – e alguém que responde – o entrevistado.

Em geral, este tipo de texto é difundido pelos meios de comunicação, orais e escritos, tais como o jornal da tevê, o rádio, o jornal escrito, a revista e a Internet.

Então, uma vez que a essência da entrevista está na interação entre o entrevistador e o entrevistado, a troca de palavras e ideias é habilmente estruturada, muitas vezes guiada por perguntas elaboradas, revelando nuances da personalidade, pensamentos e experiências do entrevistado.

Para entender melhor sobre como é a estrutura do gênero textual entrevista, o CRIA elaborou esse conteúdo completo para te guiar nessa jornada. Continue conosco e boa leitura.

genero textual entrevista
A entrevista, como gênero, revela-se, assim, uma peça no mosaico da comunicação humana – Foto: Pexels.

O que é o gênero textual entrevista?

O gênero textual entrevista refere-se a uma forma específica de comunicação oral ou escrita na qual uma pessoa, conhecida como entrevistador, faz perguntas a outra pessoa, o entrevistado, para obter informações, insights ou opiniões sobre um determinado tema.

Desse modo, esse formato de comunicação é utilizado em diversos contextos, desde o jornalismo até a pesquisa acadêmica, passando por entretenimento e divulgação de informações.

Qual a linguagem utilizada na entrevista?

A linguagem usada no gênero entrevista geralmente é a variedade padrão da língua mais próxima da linguagem oral – ou seja, transparecendo a modalidade em que ela foi originalmente realizada.

Entretanto, antes de ser publicada em revistas ou jornais escritos, a entrevista acontece de forma oral, quando é gravada, sendo posteriormente transcrita para a linguagem escrita, ou norma culta.

Você também pode se interessar por:

Qual a estrutura da entrevista?

A entrevista é um gênero textual utilizado para obter informações, opiniões ou relatos de uma pessoa sobre determinado tema. Assim, pode ocorrer em diferentes contextos, como jornalismo, pesquisa, seleção de pessoal, entre outros.

Então, esse gênero possui características específicas que o distinguem de outros tipos de texto:

  • A introdução: tem a função de situar o leitor no contexto em que a conversa aconteceu.
  • A entrevista propriamente dita: apresenta marcas especiais para orientar o leitor, como negrito para destacar a mudança de fala do entrevistador (a pergunta) para o entrevistado.

Características da entrevista:

  • Textos informativos e/ou opinativos;
  • Presença do entrevistador e do entrevistado;
  • Linguagem dialógica e oral;
  • Marca do discurso direto e da subjetividade;
  • Mescla da linguagem formal e informal.
genero textual entrevista

Exemplo do gênero textual entrevista:

Entrevista realizada no dia 19 de agosto de 2013, na residência do autor, no bairro Casa Forte, em Recife/PE.

Alex: Então, para começar, em sua obra, nós podemos perceber inúmeras citações. O Romance d’A Pedra do Reino possui alguma influência das epopeias de Homero e Virgílio? Ou de outras obras? Como ocorre esse processo de apropriação de outros textos da tradição, em seu processo de escritura?

Ariano: Olhe, acho que tem uma presença, aliás, evidente, de Homero, é muito evidente. De Virgílio, menos, porque eu gosto mais de Homero do que de Virgílio. Aliás, se tem de Homero tem que ter de Virgílio, porque Virgílio é um seguidor fiel de Homero, não é? Eu acho que ele até se sentiu mal com isso, no fim da vida, porque ele pediu para não publicar o livro dele, mas publicaram! Não o obedeceram, e olhe o que fizeram com ele. Porque a Eneida é um mito, inclusive pra nós latino-americanos, e brasileiros em especial, tem um sentido muito honroso. Eu não sei se você viu, por acaso, o filme que Carla Camurati fez sobre o rei D. João VI…

Alex: D. João VI, seria o “Carlota Joaquina”?

Ariano: De Carla Camurati.

Yuri: Sim, vi.

[…]

Alex: Porque, na verdade, fica muito evidente a questão da epopeia no romance, então é um livro híbrido, não é?

Ariano: É, é verdade.

Alex: Então, fica muito claro isso. Mas a tragicidade, porque há elementos trágicos…

Ariano: Há, perfeito.

Alex: Então essa tragicidade, ela não é tão evidente, eu acho que pela própria proposta de ser um
romance, isso é…

[…]

Quais são os tipos de entrevistas?

As entrevistas são uma ferramenta versátil para obter informações, insights e perspectivas diretamente das partes interessadas em um determinado assunto. Cada tipo de entrevista tem um objetivo único e uma abordagem metodológica.

Assim, cada formato de entrevista, desde entrevistas estruturadas e semiestruturadas até entrevistas em grupo, telefônicas e focais, apresenta vantagens e problemas diferentes, dependendo da situação em que são realizadas.

Então, confira abaixo alguns tipos de entrevistas:

  • Entrevista Jornalística: focada em coletar informações e opiniões para a criação de uma notícia.
  • Entrevista de Perfil: busca retratar a personalidade, história de vida e experiências de uma pessoa.
  • Entrevista de Emprego: utilizada em processos seletivos para avaliar a adequação do candidato à vaga.
  • Entrevista Acadêmica: realizada para pesquisas, coleta de dados e obtenção de conhecimento especializado.

Sequência didática: explorando o gênero textual entrevista

A sequência didática a seguir visa não apenas desenvolver habilidades específicas relacionadas ao gênero textual entrevista, mas também promover o pensamento crítico, a expressão oral e escrita, além de habilidades de pesquisa e planejamento.

Objetivos gerais:

  • Compreender a estrutura e as características da entrevista como gênero textual.
  • Desenvolver habilidades de leitura crítica e análise de diferentes tipos de entrevistas.
  • Aprender a planejar, conduzir e transcrever uma entrevista.
  • Aprimorar a expressão oral e escrita.

1: Introdução ao gênero entrevista

  • Discussão sobre o que os alunos entendem por entrevista.
  • Apresentação da definição e características do gênero.
  • Análise de exemplos de entrevistas de diferentes contextos (jornalísticas, literárias, etc.).

2: Elementos estruturais da entrevista

  • Identificação dos elementos estruturais: perguntas, respostas, introdução, desenvolvimento, conclusão.
  • Leitura e análise de entrevistas famosas. Destaque para como as perguntas são formuladas e como as respostas são organizadas.

3: Tipos de entrevista e seus usos

  • Exploração das diferentes finalidades das entrevistas: informativas, opinativas, biográficas, etc.
  • Discussão sobre como o contexto influencia o estilo e a abordagem da entrevista.

4: Leitura crítica de entrevistas

  • Leitura crítica de entrevistas jornalísticas. Discussão sobre o papel do entrevistador, do entrevistado e como a escolha de palavras pode influenciar a percepção do leitor.

5: Planejando uma entrevista

  • Introdução à fase de planejamento. Discussão sobre como escolher um tema, selecionar entrevistados e elaborar perguntas significativas.
  • Atividade prática: os alunos começam a planejar sua própria entrevista.

6: Condução da entrevista

  • Orientações sobre a condução de entrevistas. Dicas sobre como ser um bom entrevistador, ouvindo atentamente e ajustando as perguntas conforme necessário.
  • Simulação de entrevistas em sala de aula.

7: Transcrição e edição

  • Discussão sobre a importância da transcrição precisa das entrevistas.
  • Atividade prática: os alunos transcrevem e editam as entrevistas realizadas anteriormente.

8: Produção textual

  • Orientações sobre a estrutura de uma entrevista escrita.
  • Os alunos escrevem a versão final de suas entrevistas, revisando e editando conforme necessário.

9: Socialização das entrevistas

  • Apresentação das entrevistas realizadas pelos alunos.
  • Discussão sobre o processo e as descobertas.

Avaliação:

  • Participação nas discussões em sala de aula.
  • Qualidade da entrevista escrita.
  • Habilidades de leitura crítica demonstradas ao analisar entrevistas de diferentes contextos.

Aprimore sua escrita com o CRIA

Agora que você conferiu o gênero textual entrevista, o CRIA pode ser a ferramenta ideal para esse processo. Mas o que é o CRIA?

O CRIA é um corretor de redação por inteligência artificial que utiliza modelos de aprendizado de máquina gerados por meio de redações escritas por alunos reais e corrigidas por professores.

Além disso, o CRIA realiza previsões de notas por competência, análise de contexto na introdução, previsão de defesa de tese, previsão de fuga ao tema, previsão de intervenção, uso de parônimas e homônimas, etc.

Mas o que o CRIA faz por você?

  • Análise instantânea da redação;
  • Simulação da sua nota do ENEM por competência;
  • Identificação de desvios, todos marcados no seu texto;
  • Traz correções detalhadas por competência;
  • Histórico de progresso;
  • Fornece dados para melhorias na escrita, em texto e/ou avatar explicativo;
  • Plataforma gamificada, pode compartilhar com amigos e obter vantagens;
  • Professor olha as correções do CRIA e pode alterar conforme achar necessário, assim o CRIA sempre aprende com eles.

Vamos começar? Então acesse aqui.

Esse artigo foi útil?

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Lamentamos que este post não tenha sido útil pra você.

Vamos melhorar este post.

Como podemos melhorar esse post?

Mais recentes

como e a redacao da uft

Como é a redação da UFT 2024/2?

A redação da UFT segue o padrão comum de muitos vestibulares, solicitando aos candidatos que produzam um texto dissertativo-argumentativo. A avaliação é baseada em cinco competências específicas, conforme detalhado no edital da instituição.

Leia mais »