CRIA logo

Séries de TV para citar no ENEM: 10 dicas para mandar bem

Compartilhe

Um bom repertório de séries de TV para citar no ENEM ajuda na escrita da redação. Dessa forma, você consegue conexões com a atualidade.

O repertório sociocultural é uma das habilidades exigidas na competência III do ENEM. Para cumprir as exigências e atingir a nota máxima, as séries podem ser grandes aliadas na redação do exame. Então, confira 10 dicas de Séries de TV para citar no ENEM.

Desde sua primeira edição em 1998, o ENEM visa medir e qualificar as estruturas responsáveis pelas interações cognitivas que ocorrem diariamente no mundo físico e social.

Por causa disso, o exame concentra-se principalmente nas competências e habilidades básicas que os alunos desenvolveram, mudaram e fortaleceram por meio da influência da escola.

Além dos conhecimentos acumulados durante os anos estudantis, cobra-se um bom repertório sociocultural. Claro que a escola é fundamental no processo de elaboração deste repertório, mas os participantes do exame precisam expandir seus conhecimentos de forma independente.

Por isso, vale a pena assistir filmes, ler livros, ver séries e acessar novas experiências. Nesse sentido, o CRIA preparou uma lista com 10 séries de TV para citar no ENEM. Boa leitura.

series de tv para citar no enem
Conhecer séries de TV para citar no ENEM ajuda o candidato a cumprir com o repertório sociocultural e se aproximar cada vez mais da nota mil – Foto: Pexels.

10 séries de TV para citar no ENEM:

Familiarizar-se com temas relacionados à sociedade, cultura, política e psicologia humana é essencial para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). O exame, de modo geral, exige habilidades de análise e interpretação de dados.

A seguir, apresentaremos 10 séries de TV que se destacam por suas narrativas cativantes e pela capacidade de provocar reflexões profundas sobre questões relevantes para a sociedade contemporânea.

1. Cara gente branca

A série, baseada em um filme de 2014, conta a história de Sam White e outros jovens negros em uma universidade nos Estados Unidos, que possui alunos majoritariamente brancos.

Desse modo, vários conflitos raciais se desenrolam no ambiente acadêmico após uma festa com rostos negros organizada por um grupo de alunos brancos.

Assista em: Netflix.

Tema:

  • Racismo

Além disso, você também pode se interessar por:

2. Black Mirror

A série é conhecida por investigar as consequências culturais, sociais e morais da tecnologia contemporânea e como ela afeta a sociedade. Por isso, cada episódio do “Black Mirror” é uma história independente que se passa em um futuro distópico alternativo ou próximo.

Assista em: Netflix.

Temas:

  • Tecnologia;
  • Inteligência artificial;
  • Privacidade;
  • Realidade virtual;
  • Redes sociais.

3. Atypical

Atypical é uma série de televisão que narra a vida de Sam Gardner, um jovem autista, e sua busca por autoconhecimento e independência. Dessa forma, a série retrata de forma delicada e instrutiva as experiências de uma família com um membro autista.

Assista em: Netflix.

Temas:

  • Inclusão social;
  • Acessibilidade;
  • Padrão de normalidade;
  • Diversidade;
  • Autismo.

4. Aruanas

“Aruanas” é uma série de drama e suspense que aborda questões urgentes de meio ambiente e sociedade, com um foco especial na preservação da Amazônia e dos povos indígenas que lá vivem.

Assim, a série conta a história de três amigas, Natalie, Luiza e Verônica, que trabalham para uma organização ambientalista chamada Aruana.

Assista em: GloboPlay

Temas:

  • Garimpo ilegal;
  • Mineração ilegal;
  • Preservação ambiental.

5. Maid

Margaret Qualley interpreta a jovem mãe solteira Alex na história, que está lutando para se livrar de um relacionamento abusivo e ter uma filha.

Por isso, ela toma a difícil decisão de trabalhar como empregada doméstica para sustentar sua família, e ao longo do caminho, enfrenta vários desafios e preconceitos.

Assista em: Netflix.

Temas:

  • Dependência amorosa;
  • Relações tóxicas;
  • Bullying;
  • Bolhas sociais;
  • Violência simbólica.

6. This is us

A história de “This Is Us” é sobre a vida da família Pearson, desenrolando-se em várias épocas. Então, ela conta a história de Kevin, Kate e Randall, três irmãos, desde a infância até a adolescência, bem como a de seus pais, Jack e Rebecca.

Assista em: Star+.

Temas:

  • Adoção;
  • Racismo;
  • Autoestima;
  • Obesidade;
  • Alcoolismo;
  • Aborto;
  • Envelhecimento;
  • Saúde mental;
  • Relações familiares.

7. Olhos que condenam

A série é baseada em fatos reais e conta a história dos “Cinco do Central Park”, também conhecidos como “Central Park Five”. Dessa forma, a narrativa conta sobre um grupo de jovens negros e latinos do Harlem injustamente acusados e condenados pelo estupro de uma mulher branca no Central Park, em Nova York, em 1989.

Assista em: Netflix.

Temas:

  • Racismo sistêmico;
  • Coerção policial;
  • Injustiça judicial.

8. Anne With an E

“Anne with an E” é uma série de televisão baseada no clássico livro de Lucy Maud Montgomery “Anne de Green Gables”. A série foi produzida por Moira Walley-Beckett e transmitida de 2017 a 2019.

Desse modo, é famosa por sua representação genuína e emocionante da vida da órfã Anne Shirley, uma jovem talentosa e animada adotada por engano por um casal de irmãos idosos, Marilla e Matthew Cuthbert, no final do século XIX, que a leva a viver em sua fazenda na fictícia vila de Avonlea, no Canadá.

Assista em: Netflix.

Temas:

  • Feminismo;
  • Empoderamento;
  • Identidade;
  • Bullying;
  • Preconceito.

9. Round 6

A história gira em torno da vida de Gi-hun, um homem que acumula dívidas com sorte ruim.

Por conta de suas dificuldades financeiras, ele é contratado para participar de um jogo misterioso chamado “Squid Game”, em que os jogadores competem em uma variedade de jogos infantis, mas mortais com a esperança de ganhar um prêmio substancial em dinheiro que resolveria todos os seus problemas.

Assista em: Netflix.

Temas:

  • Invisibilidade;
  • Tráfico de órgãos;
  • Exploração da vulnerabilidade mental;
  • Vulnerabilidade social e econômica;
  • Vulnerabilidade psicológica.

10. Sex education

O adolescente tímido e inseguro, Otis Milburn, é paradoxalmente filho de uma terapeuta sexual. Assim, a história gira em torno dele e sua decisão de usar suas habilidades não convencionais para ajudar seus colegas de classe com seus problemas emocionais e sexuais.

Assista em: Netflix.

Temas:

  • Adolescência;
  • Sexualidade;
  • Relacionamentos;
  • Crescimento pessoal.

5 dicas de como citar séries de TV na redação ENEM

A compreensão de uma proposta de redação é uma tarefa difícil, e a construção de um texto pode ser ainda mais complicada – principalmente no que diz respeito ao eixo temático e à construção da argumentação.

Então, é preciso ter uma bagagem de conhecimento e um repertório sociocultural produtivo, que é, de modo geral, adquirido por meio de muita leitura. Entretanto, este não é o único caminho.

Com grande surpresa, os participantes que acompanham as notícias sobre os resultados do ENEM, observou a tendência de citar séries e filmes na redação do exame.

Mas afinal, existe regra para citar séries de TV para citar no ENEM? Na verdade, sim. Mas essa regra vale para qualquer tipo de repertório que o candidato deseje incluir na redação. Assim, são elas:

1. Cite de forma correta:

Assim, coloque o título da série entre aspas, segundo uma certa norma de organização Nesse caso, não é necessário seguir as normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

Então, se puder e souber, informe o ano de lançamento e a plataforma disponibiliza a série. Por exemplo, “Game of Thrones, 2011, HBO”.

2. Forneça informações relevantes:

Além do título da série, ofereça informações relevantes, como o criador da série, diretor ou ano de lançamento, dependendo da relevância para o contexto da sua redação. Por exemplo, “Game of Thrones”, criada por David Benioff e D. B. Weiss, lançada em 2011.

3. Contextualize a citação:

Certifique-se de contextualizar a citação da série de forma apropriada para a sua argumentação. Então, explique por que você está mencionando a série e como ela se relaciona com o ponto que você está desenvolvendo em sua redação ou ao tema proposto pelo ENEM.

4. Cite episódios específicos:

Se a sua análise envolver um episódio específico da série, você pode mencionar o título desse episódio entre aspas. Por exemplo, “No episódio ‘A Batalha dos Bastardos’ de Game of Thrones, a estratégia militar desempenha um papel crucial na trama.”

5. Evite spoilers:

Lembre-se de não incluir spoilers significativos que prejudiquem a experiência de quem ainda não assistiu à série.

Mas por que citar séries na redação do ENEM?

O que é repertório sociocultural?

O repertório sociocultural diz respeito a conhecimentos e referências obtidos por várias fontes, incluindo, mas não limitado a, livros, frases, matérias, autores e pesquisas. Assim, eles são utilizados para apoiar posições e argumentos em textos e na vida real.

Então, em resumo, argumentar é o processo de persuadir um ouvinte ou leitor a tomar uma posição específica usando a linguagem para sustentar uma posição específica. Desse modo, o repertório sociocultural faz parte da estrutura argumentativa, já que dá embasamento aos argumentos.

Dessa forma, a argumentação, em sua totalidade, é construída pelo modo de organização argumentativo, sendo o produto textual de uma combinação de elementos variados que dependem da circunstância com um propósito de persuasão.

Então, esse elemento é avaliado pela competência III do ENEM. Assim, para atingir o sucesso nesta competência, o participante deve apresentar informações, fatos e opiniões pertinentes ao tema proposto de forma consistente e organizada, ao mesmo tempo, em que defende a posição da autoria.

Como mandar bem na redação do ENEM com o CRIA?

Ainda tem dúvidas de como escrever a redação do ENEM? O CRIA pode te ajudar.

Mas o que é o CRIA?

CRIA é um corretor de redação por inteligência artificial que garante uma correção com grande precisão, baseando-se nas 5 competências do ENEM. Assim, para a praticidade do estudante, a correção é entregue até 2 minutos.

Além disso, centenas de milhares de redações estão disponíveis no banco de dados do CRIA. Portanto, oferecemos ao aluno uma explicação detalhada de quais foram seus erros, como corrigi-los e porquê esse erro reduz os pontos no ENEM, com notas de zero a mil, utilizando-se como base para IA.

Então, após enviar sua redação para correção, o CRIA verifica se os conectivos foram usados ou não no texto. Assim, você pode ver se existe uma diversidade de elementos linguísticos e a frequência.

correcao cria
Coesão e coerência na redação do ENEM — Fonte: CRIA.

Mas, afinal, para quem é o CRIA:

  • Para os professores, visamos diminuir a sobrecarga e otimizar a gestão da turma;
  • Para os alunos, tornarmos o processo mais ágil, divertido, incentivando a prática constante.

Vamos começar? Então acesse aqui.

Esse artigo foi útil?

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Lamentamos que este post não tenha sido útil pra você.

Vamos melhorar este post.

Como podemos melhorar esse post?

Mais recentes

como e a redacao da uft

Como é a redação da UFT 2024/2?

A redação da UFT segue o padrão comum de muitos vestibulares, solicitando aos candidatos que produzam um texto dissertativo-argumentativo. A avaliação é baseada em cinco competências específicas, conforme detalhado no edital da instituição.

Leia mais »