CRIA logo

Semântica para o ENEM: guia para entender tudo!

Compartilhe

A semântica é um ramo da Linguística que estuda a significação do sentido das palavras e da interpretação das sentenças e dos enunciados. Assim, ela é o sentido geral de palavras ou de textos. A semântica para o ENEM é um recorte desse estudo dentro da prova. Confira tudo o que você precisa saber.

A semântica é uma área complexa e pode se aplicar a conceitos discursivos e gramaticais. Assim, você pode usá-la para analisar o discurso de um assunto como “O que é a verdade?”, porque a verdade, um conceito complexo, pode ser interpretada de maneira diferente por pessoas diferentes.

A semântica está muito presente nas questões do ENEM, que exigem uma compreensão do significado das palavras e expressões usadas. Assim, é necessário entender os significados denotativos e conotativos dos vocábulos usados ali.

Para entender melhor esse estudo, é importante conhecer alguns conceitos comuns dentro da semântica, como polissemia, homônimos, parônimos, etc. Então, o CRIA preparou esse artigo completo para te guiar. Boa leitura.

semantica para o enem
Semântica para o ENEM: todas as dicas essenciais — Fonte: Pexels.

O que é semântica?

A semântica é o estudo do significado em um ramo chamado Linguística. Assim, ela se concentra na compreensão dos mecanismos pelos quais as palavras e estruturas linguísticas transmitem significado e como ele é interpretado pelos falantes.

Em suma, a semântica observa que as palavras possuem significados que dependem do contexto de seus usos. Além disso, ela pode ser subdivida em:

  • Semântica teórica;
  • Semântica histórica;
  • Semântica descritiva;
  • Semântica comparativa;

Para compreender melhor do que se trata a semântica, vamos a um exemplo:

  • “A manga contém altos teores de ótimos nutrientes, como o caroteno e a pró-vitamina A — além de ser fonte de vitamina C.”
  • “Costurar manga em seu projeto de tricô, pode parecer uma tarefa difícil, especialmente quando a manga e a cava estão com formatos diferentes.”

O vocábulo “manga” é um bom exemplo para tratar desse assunto, já que possui a mesma grafia e mesma pronúncia. Contudo, seu significado é modificado conforme o contexto de uso. Na primeira frase, estamos tratando da fruta manga, porém na segunda, a manga diz respeito a uma parte de uma roupa.

Todavia, para falantes nativos da língua, essa questão pode passar despercebida, já que é corriqueira e comum. Em suma, é disso que se trata a semântica.

Você também pode se interessar por:

Conceitos essenciais da semântica

Além de conhecer a estrutura do texto dissertativo-argumentativo, é preciso dominar outros recursos mais complexos como a semântica. Assim, na semântica, existem diversos conceitos que facilitam a compreensão de como modalizar e articular melhor o texto. Confira:

Paronímia

Esse conceito diz respeito a palavras que possuem grafias parecidas, porém significados diferentes. Por exemplo:

  • Há / A:

exatos 500 anos, se conclui a primeira volta ao mundo, idealizada e comandada pelo navegador português Fernão de Magalhães.”

”Rihanna vai à praia de noite no Rio de Janeiro e posa para foto”

  • Comprimento / Cumprimento:

“As unidades de medida são modelos estabelecidos para medir diferentes grandezas, tais como comprimento, capacidade, massa, tempo e volume.”

“Bolsonaro e Alexandre de Moraes se cumprimentam em cerimônia em Brasília.”

  • Descrição / Discrição:

“Caio ‘da Federal’ muda status de Policial em descrição nas redes sociais.”

“Só em 2019, após duas décadas de discrição, Reeves assumiu seu relacionamento com a artista plástica Alexandra Grant.”

Homonímias

É um fenômeno linguístico em que duas ou mais palavras possuem a mesma pronúncia, ou grafia, mas têm significados diferentes. Além disso, essas palavras podem pertencer a classes gramaticais iguais ou diferentes. Por exemplo:

  • Ponto:

“O ponto, ou ponto final, é utilizado para terminar a ideia ou discurso e indicar o final de um período.”

“A frente do tempo? Ponto de ônibus com sofá chama atenção em Campo Grande.”

  • Banco:

Banco da Inglaterra surpreende e eleva juros em 0,5 ponto percentual, acima do esperado.”

“Homem morre sentado em banco de praça de Rio Preto.”

Sinonímia

O termo “sinonímia” refere-se a situações em que duas ou mais palavras têm significados semelhantes, ou comparáveis. Isso ocorre quando são usados para comunicar o mesmo conceito ou ideia, ou seja, são sinônimos. Como exemplo:

  • Feliz / Alegre:

“Estou muito feliz por quebrar o recorde mundial” declara o maratonista Eliud Kipchoge”

“O maratonista Eliud Kipchoge declara estar alegre por quebrar o recorde mundial.”

  • Odiar / Detestar:

“Tenho 32 anos, um bom emprego e odeio ir à academia, mas vou voluntariamente.”

“Tenho 32 anos, um bom emprego e detesto ir à academia, mas vou voluntariamente.”

Antonímia

A antonímia, em contrapartida, ocorre quando 2 palavras têm significados opostos ou contrários. Elas expressam conceitos que são inversos reciprocamente. Por exemplo:

  • Bom / Mau:

Maus hábitos alimentares já são a principal causa de mortes no mundo.”

“Bons hábitos alimentares são o segredo para uma vida mais longeva.”

  • Alto / Baixo:
  • “”Mulher mais alta do mundo voa pela primeira vez; empresa removeu 6 assentos.”

“Mulher mais baixa do mundo conhece o homem mais alto, no Egito.”

Como é a semântica para o ENEM?

No Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), a semântica significa estudar o significado de palavras, frases e textos, bem como interpretar e analisar os sentidos subjacentes a essas estruturas linguísticas. O ENEM avalia a semântica por meio de questões de redação, literatura e língua portuguesa.

Conforme a pesquisadora Aline Guedes Lima, as questões do ENEM dos anos 1998 a 2008, são subdivididas em:

divisao das questoes
Fenômenos semânticos no ENEM: um percurso analítico sobre o exame de Língua Portuguesa — Fonte: Repositório UFBP.

É evidente afirmar que há uma quantidade significativa de questões de variação linguística (12 ao todo), e isso ocorre porque o exame se concentra em trabalhar com todos os gêneros textuais para discutir os diferentes tipos de linguagem.

Segundo a mesma pesquisa, nos anos subsequentes, de 2008 a 2017, as coisas mudam um pouco de figura. Veja abaixo:

divisao das questoes
Fenômenos semânticos no ENEM: um percurso analítico sobre o exame de Língua Portuguesa — Fonte: Repositório UFBP

Entretanto, veja como a semântica não perde tanto espaço na prova do ENEM. Mas como são as questões? Veja alguns exemplos de questões do ENEM que exigem semântica:

Exemplos de questões sobre semântica do ENEM:

Uma habilidade fundamental na língua portuguesa é a capacidade de entender a semântica, ou seja, analisar os significados e as nuances de sentido das palavras em diferentes situações.

Assim, no ENEM, a semântica é estudada em profundidade, incluindo redação, análise de estruturas linguísticas e interpretação de textos.

Então, veja agora alguns exemplos:

Questão 1:

questao do enem
Fonte: Exame Nacional do Ensino Médio (2017, Caderno 1 – azul, p. 12)

Gabarito: B

Questão 2:

semantica para o enem
Fonte: Exame Nacional do Ensino Médio (2014, Caderno 7 – Azul, p. 17)

Gabarito: C

Questão 3:

questao do enem
Fonte: Exame Nacional do Ensino Médio (2011, Caderno 7 — Azul, p. 16)

Gabarito: E

Só para descontrair

Veja agora algumas tirinhas do autor Richard Dutra que vão te ajudar a compreender melhor assunto e dar boas risadas.

tirinha de semantica
“Cavalheiro ou cavaleiro?” — Tirinha criada por Richard Dutra.
tirinha de semantica
“Tráfico ou tráfego?” — Tirinha Criada por Richard Dutra.
tirinha de semantica
“Semântica” — Tirinha Criada por Richard Dutra

CRIA: desenvolva sua habilidade de escrita

A semântica para o ENEM possui um papel fundamental, não apenas na redação, mas também nas questões de Linguagens e suas Tecnologias. Assim, estabelecer uma boa relação de sentido durante o texto é uma das competências avaliadas pela banca corretora.

CRIA é um corretor de redação por inteligência artificial que garante uma correção com grande precisão, baseando-se nas 5 competências do ENEM. E para a praticidade do estudante, a correção é entregue até 2 minutos

Além disso, o CRIA dispõe um banco de dados com centenas de milhares de redações. Então, desde zeradas até aquelas com nota mil, utilizadas como base para IA, nós entregamos ao aluno uma descrição detalhada de onde errou, como arrumar e o porquê tal erro gera desconto de pontos no ENEM. 

Após enviar a sua redação para a correção, o CRIA aponta todos os usos dos conectivos no texto. Assim, você pode observar a frequência e se existe uma diversidade de elementos linguísticos.

correcao cria
Coesão e coerência na progressão textual na redação do ENEM — Fonte: CRIA.

Mas, afinal, para quem é o CRIA:

  • Para os professores, visamos diminuir a sobrecarga e otimizar a gestão da turma;
  • Para os alunos, tornarmos o processo mais ágil, divertido, incentivando a prática constante.

Vamos começar? Então acesse aqui.

Esse artigo foi útil?

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Lamentamos que este post não tenha sido útil pra você.

Vamos melhorar este post.

Como podemos melhorar esse post?

Mais recentes

como e a redacao da uft

Como é a redação da UFT 2024/2?

A redação da UFT segue o padrão comum de muitos vestibulares, solicitando aos candidatos que produzam um texto dissertativo-argumentativo. A avaliação é baseada em cinco competências específicas, conforme detalhado no edital da instituição.

Leia mais »