CRIA logo

Repertório sociocultural sobre igualdade de gênero

Compartilhe

A igualdade de gênero é um tema extremamente presente e importante na atualidade. Por isso, um repertório sociocultural sobre o assunto é crucial.

Construir um bom repertório sociocultural sobre igualdade de gênero é uma estratégia inteligente para qualquer estudante. Diante de tantas discussões, organizar os conceitos e referências sobre o assunto pode ajudar, e muito, na hora da redação.

Mulheres e meninas representam metade da população mundial. A igualdade de gênero, além de ser um direito humano fundamental, é essencial para alcançar sociedades pacíficas, com pleno potencial humano e desenvolvimento sustentável.

Infelizmente, ainda há um longo caminho a percorrer para alcançar a real igualdade de direitos e oportunidades entre homens e mulheres, alerta a ONU Mulheres.

Portanto, é importante acabar com as múltiplas formas de violência de gênero e garantir a igualdade de acesso à educação e à saúde de qualidade, aos recursos econômicos e à participação na vida política, tanto para mulheres e meninas como para homens e meninos.

Para compreender melhor o que é os desafios da desigualdade de gênero, confira o repertório elaborado pelo CRIA. Boa leitura.

repertorio sociocultural sobre igualdade de genero
Garantir os direitos das mulheres e dar-lhes oportunidades para alcançarem o seu pleno potencial é fundamental não só para alcançar a igualdade de género – Foto: Freepik.

O que é igualdade de gênero?

A igualdade de gênero é, antes de tudo, um direito humano que implica que mulheres, homens, meninos e meninas de todas as classes e raças participem como iguais e tenham igual valor. Dessa forma, podem desfrutar da igualdade de acesso a recursos, liberdades e oportunidades para exercer controlo.

Segunda a UNFPA, a igualdade de gênero significa que os direitos, responsabilidades e oportunidades dos indivíduos não dependerão de serem homens ou mulheres, deficientes ou fisicamente aptos, jovens ou idosos, brancos ou negros, ou oriundos de ambientes rurais, ou urbanos.

Você também pode se interessar por:

Repertório sociocultural sobre igualdade de gênero: 4 filmes

O tema da igualdade de gênero tem ganho proeminência em várias facetas da sociedade nos últimos anos. Assim, a arte cinematográfica é uma das maneiras mais poderosas de abordar e promover a compreensão desse tema.

Então, confira abaixo 5 filmes para aumentar seu repertório sociocultural sobre igualdade de gênero:

1. Persépolis (2007)

O filme retrata a vida de Marjane Satrapi no Irã durante a Revolução Islâmica e após ela. Marjane lida com questões de identidade, política, religião e liberdade pessoal na história.

Onde assistir? Prime Video.

2. O sussurro do coração (1995)

A história fala sobre Shizuku Tsukishima, uma estudante do ensino médio que ama ler e escrever. Durante as férias de verão, ela descobre que todos os livros que ela tirou da biblioteca foram retirados por Seiji Amasawa, um misterioso leitor.

Onde assistir? Netflix.

3. Histórias Cruzadas (2011)

A história gira em torno de três mulheres: Skeeter, uma jovem escritora que decide entrevistar com mulheres negras que trabalham como empregadas domésticas na cidade.

Além disso, Aibileen é uma empregada doméstica que tem criado crianças brancas desde o nascimento e Minny é uma empregada que tem um coração generoso e uma língua afiada.

Onde assistir? Star+.

4. Eu não sou um homem fácil (2018)

A história gira em torno de Damien, um homem cruel e machista que acorda em um mundo onde as normas de gênero foram invertidas após um incidente incomum.

Assim, aqui, as mulheres têm o poder, enquanto os homens são subjugados e confrontados com os estereótipos de gênero que as mulheres frequentemente enfrentam na sociedade moderna.

Onde assistir? Netflix.

Como é a igualdade de gênero no Brasil?

A Constituição de 1988 estabeleceu a igualdade de gênero no Brasil, garantindo que homens e mulheres tenham os mesmos direitos e obrigações, proibindo a discriminação no salário, no exercício de funções e na contratação em função de sexo, estado civil, idade ou cor.

Entretanto, a realidade é bem diferente.

Conforme o Fórum Econômico Mundial em seu relatório sobre igualdade de gênero em 2023, o Brasil está na lista na 57ª posição, alcançando 0,7 de 1 na avaliação.

Metas do quinto Objetivo de Desenvolvimento Sustentável

Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável são um apelo global para acabar com a pobreza, proteger o meio ambiente e o clima e garantir que as pessoas possam desfrutar de paz e prosperidade em todo o mundo, conforme o site da ONU.

Além disso, as Nações Unidas estão ajudando a atingir esses objetivos para que a Agenda 2030 seja implementada no Brasil.

Quinto objetivo: Igualdade de gênero

O quinto objetivo é garantir a igualdade de gênero. Assim, veja a seguir:

  • 5.1 Acabar com todas as formas de discriminação contra todas as mulheres e meninas em toda parte;
  • 5.2 Eliminar todas as formas de violência contra todas as mulheres e meninas nas esferas públicas e privadas, incluindo o tráfico e exploração sexual e de outros tipos;
  • 5.3 Eliminar todas as práticas nocivas, como os casamentos prematuros, forçados e de crianças e mutilações genitais femininas;
  • 5.4 Reconhecer e valorizar o trabalho de assistência e doméstico não remunerado, por meio da disponibilização de serviços públicos, infraestrutura e políticas de proteção social, bem como a promoção da responsabilidade compartilhada no lar e da família, conforme os contextos nacionais;
  • 5.5 Garantir a participação plena e efetiva das mulheres e a igualdade de oportunidades para a liderança em todos os níveis de tomada de decisão na vida política, econômica e pública;
  • 5.6 Assegurar o acesso universal à saúde sexual e reprodutiva e os direitos reprodutivos, como acordado conforme o Programa de Ação da Conferência Internacional sobre População e Desenvolvimento e com a Plataforma de Ação de Pequim e os documentos resultantes de suas conferências de revisão;
  • 5.a Empreender reformas para dar às mulheres direitos iguais aos recursos econômicos, bem como o acesso à propriedade e controle sobre a terra e outras formas de propriedade, serviços financeiros, herança e os recursos naturais, conforme as leis nacionais;
  • 5.b Aumentar o uso de tecnologias de base, em particular as tecnologias de informação e comunicação, para promover o empoderamento das mulheres;
  • 5.c Adotar e fortalecer políticas sólidas e legislação aplicável para a promoção da igualdade de gênero e o empoderamento de todas as mulheres e meninas, em todos os níveis.

Como utilizar o CRIA na sua estratégia de estudos?

Agora que você compreendeu um pouco mais repertório sociocultural sobre igualdade de gênero, o CRIA pode ser a ferramenta ideal para esse processo. Mas o que é o CRIA?

O CRIA é um corretor de redação por inteligência artificial que utiliza modelos de aprendizado de máquina gerados por meio de redações escritas por alunos reais e corrigidas por professores.

Além disso, o CRIA realiza previsões de notas por competência, análise de contexto na introdução, previsão de defesa de tese, previsão de fuga ao tema, previsão de intervenção, uso de parônimas e homônimas, etc.

O que o CRIA faz por você?

  • Análise instantânea da redação;
  • Simulação da sua nota do ENEM por competência;
  • Identificação de desvios, todos marcados no seu texto;
  • Traz correções detalhadas por competência;
  • Histórico de progresso;
  • Fornece dados para melhorias na escrita, em texto e/ou avatar explicativo;
  • Plataforma gamificada, pode compartilhar com amigos e obter vantagens;
  • Professor olha as correções do CRIA e pode alterar conforme achar necessário, assim o CRIA sempre aprende com eles.

Vamos começar? Então acesse aqui.

Esse artigo foi útil?

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Lamentamos que este post não tenha sido útil pra você.

Vamos melhorar este post.

Como podemos melhorar esse post?

Mais recentes

como e a redacao da uft

Como é a redação da UFT 2024/2?

A redação da UFT segue o padrão comum de muitos vestibulares, solicitando aos candidatos que produzam um texto dissertativo-argumentativo. A avaliação é baseada em cinco competências específicas, conforme detalhado no edital da instituição.

Leia mais »