CRIA logo

Primeira pessoa na redação do ENEM: posso escrever assim?

Compartilhe

Se você nunca se deparou com uma redação dissertativa-argumentativa pode estar se perguntando como escrever uma qual sua estrutura. Existem diversas regras, e uma delas é jamais utilizar a primeira pessoa na redação do ENEM. Mas como fazer isso?

Escrever uma redação de qualidade nem sempre é uma tarefa fácil. Porém, seguir os preceitos básicos de cada gênero textual e respeitar a linguagem ideal de cada um pode ajudar o candidato. No caso do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), tenha em mente a estrutura da redação argumentativa-dissertativa.

Com a estrutura clara e dominada, é hora de pensar sobre a linguagem. Afinal, o ENEM prevê que os candidatos escrevam a redação de acordo com a Norma Culta da língua portuguesa.

Veja agora mais informações sobre a primeira pessoa na redação do ENEM e como evitar. Venha com o CRIA e boa leitura.

primeira pessoa na redacao do enem
Primeira pessoa na redação do ENEM: está correto? – Fonte: Pexels

O que é escrever na primeira pessoa em uma redação?

Escrever na primeira pessoa em uma redação significa utilizar pronomes e expressões que se referem ao próprio autor do texto. Desse modo, o escritor se coloca como o sujeito da narrativa, expressando suas opiniões, experiências e perspectivas pessoais sobre o tema abordado.

A escrita na primeira pessoa é caracterizada pelo uso dos pronomes “eu” e “nós”, bem como por expressões que remetem diretamente ao escritor, como “na minha opinião”, “eu acredito”, “para mim”, entre outras. Assim, essa forma de escrita permite ao autor expressar seu ponto de vista de forma mais direta e objetiva.

Você também pode gostar de:

Posso escrever em primeira pessoa na redação do ENEM?

No Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), a recomendação é que a redação seja escrita em terceira pessoa, ou seja, utilizando pronomes como “ele”, “ela”, “eles”, “elas”, entre outros. Essa orientação visa promover uma maior imparcialidade e distanciamento do autor em relação ao tema abordado, tornando a escrita mais objetiva e adequada ao estilo de redação exigido no exame.

Ou seja, o candidato não deve escrever em primeira pessoa na redação do ENEM.

Ao escrever na terceira pessoa, você deve evitar o uso de pronomes de primeira pessoa, como “eu” e “nós”, além de expressões que remetam diretamente ao autor, como “na minha opinião” ou “eu acredito”.

Então, em vez disso, busque construir argumentos e apresentar informações de forma mais impessoal, fazendo referência aos sujeitos de maneira geral, como “as pessoas”, “os estudantes”, “a sociedade”.

Quais termos evitar?

  • Eu acredito;
  • Na minha opinião;
  • Na minha visão;
  • No meu ponto de vista;
  • Para mim.

O que usar para evitar a primeira pessoa na redação do ENEM?

A redação do ENEM preza pela objetividade, assim, os temos citados anteriormente prejudicam essa objetividade e clareza do texto.

Nesse sentido, veja alguns exemplos de termos ou palavras em terceira pessoa para você utilizar na hora de redigir seu texto:

  1. Segundo especialistas;
  2. De acordo com pesquisas;
  3. Evidencia-se que;
  4. É possível perceber;
  5. O estudo revela que;
  6. Sugere-se que;
  7. Aponta-se que;
  8. É importante ressaltar;
  9. Conclui-se que;
  10. Argumenta-se que.

Agora ficou mais fácil, não é? Esses exemplos podem ser uma base, mas vai da criatividade do estudante modular conforme a necessidade. Se você ainda tem dúvidas sobre o assunto, pode acessar o site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) para mais informações.

Impulsionando suas habilidades de escrita com o CRIA

Bom, agora que você já entendeu como funciona a utilização dos pronomes pessoais dentro da redação do ENEM, é hora de praticar e muito a redação com o CRIA.

Mas o que é o CRIA?

O CRIA é o resultado de anos de pesquisa e desenvolvimento, para entregar o algoritmo ideal. Assim, ele analisa em até 2 minutos e com grande precisão a redação do aluno, sempre se baseando nas 5 competências do ENEM.

Além disso, o banco de dados possui centenas de milhares de redações. Então, Ddsde zeradas até aquelas com nota mil, que são utilizadas como base para a IA entregar ao aluno uma descrição detalhada de onde errou, como pode arrumar e o porquê tal erro gera desconto de pontos no ENEM. 

E para quem é o CRIA?

  • Para os professores, visamos diminuir a sobrecarga e otimizar a gestão da turma;
  • Para os alunos, tornarmos o processo mais ágil, divertido, incentivando a prática constante.

Se enquadra aqui? Acesse agora.

Esse artigo foi útil?

Média da classificação 4.8 / 5. Número de votos: 5

Lamentamos que este post não tenha sido útil pra você.

Vamos melhorar este post.

Como podemos melhorar esse post?

Mais recentes

como e a redacao da uft

Como é a redação da UFT 2024/2?

A redação da UFT segue o padrão comum de muitos vestibulares, solicitando aos candidatos que produzam um texto dissertativo-argumentativo. A avaliação é baseada em cinco competências específicas, conforme detalhado no edital da instituição.

Leia mais »