CRIA logo

O que é tese na redação? Descubra como fazer uma

Compartilhe

Descubra o que é tese na redação e como ela é crucial para organizar e fortalecer seu texto argumentativo. Saiba como elaborar uma tese clara e eficaz, que guie sua argumentação de forma convincente e estruturada.

Nos últimos anos, a redação do vestibular tem sido motivo de preocupação para os alunos que participam do concurso, assim como para seus pais e para nós, professores de redação do Ensino Médio.

O desempenho insatisfatório na prova de redação pode comprometer a conquista da tão desejada vaga no Ensino Superior.

Pensando nisso, compreender os elementos principais de uma redação dissertativa-argumentativa é tarefa obrigatória para qualquer estudante e pré-vestibulando.

Então, confira agora o que é tese na redação com o CRIA. Continue conosco e boa leitura.

o que e tese na redacao
A redação tem a função de comprovar a competência discursiva do candidato em adequar seu texto ao contexto da prova, não só em termos de correção gramatical, coesão, coerência, mas também em termos de desenvolvimento do tema proposto – Foto: Freepik.

O que é tese na redação?

A tese na redação é a ideia central ou principal argumento que o autor defende ao longo do texto. Ela organiza o desenvolvimento dos parágrafos e ajuda a construir a argumentação, tornando-a essencial.

Assim, a tese deve ser apresentada de forma objetiva, clara e precisa, funcionando como um ponto de referência para o leitor e o ajudando a entender a posição do autor sobre o assunto discutido.

Você também pode se interessar por:

Exemplos de tese na redação:

Por exemplo, se o tema da redação é “Os desafios da educação a distância no Brasil”, uma tese poderia ser: “A educação a distância no Brasil enfrenta desafios significativos devido à falta de infraestrutura tecnológica e à desigualdade de acesso entre os estudantes.”

A partir dessa tese, os parágrafos seguintes devem desenvolver argumentos que a sustentem, apresentando dados, exemplos e justificativas que comprovem a posição defendida.

Então, confira a seguir outros exemplos de tese na redação:

1. Tema: A importância da educação financeira nas escolas

  • Tese: “A inclusão da educação financeira no currículo escolar é fundamental para preparar os jovens para uma vida adulta responsável e para evitar problemas de endividamento.”

2. Tema: O impacto das redes sociais na comunicação

  • Tese: “Embora as redes sociais facilitem a comunicação global, elas também contribuem para a disseminação de informações falsas e para a superficialidade das relações humanas.”

3. Tema: Desafios da mobilidade urbana

  • Tese: “Os desafios da mobilidade urbana no Brasil requerem investimentos em transporte público eficiente e sustentável, além de políticas que incentivem o uso de meios de transporte alternativos.”

4. Tema: A questão da sustentabilidade ambiental

  • Tese: “A sustentabilidade ambiental deve ser uma prioridade global, exigindo a adoção de práticas de consumo consciente e a implementação de políticas públicas voltadas para a preservação dos recursos naturais.”

5. Tema: O papel da arte na sociedade

  • Tese: “A arte desempenha um papel crucial na sociedade, por promover a expressão cultural, estimula o pensamento crítico e contribui para o bem-estar emocional dos indivíduos.”

O que é argumentação na redação?

A argumentação na redação é o processo de apresentar razões, evidências e exemplos para sustentar uma tese ou ponto de vista. Esse processo é fundamental para convencer o leitor da validade da posição defendida pelo autor.

Então, uma boa argumentação é clara, coerente e lógica, envolvendo a capacidade de analisar diferentes perspectivas, refutar contra-argumentos e construir um raciocínio sólido.

O ato de argumentar

Argumentar é uma atividade fundamental para a comunicação humana eficaz, pois saber defender pontos de vista e confrontar opiniões é essencial para a vida em sociedade, o exercício da cidadania e o desenvolvimento do pensamento crítico.

Desse modo, diariamente, enfrentamos situações em que precisamos emitir opiniões e justificá-las, defender, confrontar ou refutar pontos de vista.

A maioria dessas situações que exige nossas habilidades argumentativas ocorre de forma oral e natural, muitas vezes sem que percebamos o exercício de nossa capacidade de argumentar.

Qual a diferença entre tese e argumento na redação?

Na construção de uma redação, especialmente em contextos acadêmicos e de exames, compreender a diferença entre tese e argumento é fundamental para desenvolver um texto coerente e persuasivo. Ambos os elementos desempenham papéis essenciais, mas possuem funções distintas no texto.

Nesse sentido, a tese é a ideia central defendida ao longo da redação, servindo como um ponto de referência que orienta toda a estrutura argumentativa da redação, direcionando o leitor sobre o posicionamento do autor em relação ao tema proposto.

Já os argumentos são as razões, evidências e exemplos que o autor utiliza para sustentar a tese, desenvolvidos ao longo dos parágrafos para convencer o leitor da validade da ideia apresentada.

Além disso, os argumentos podem incluir dados estatísticos, citações de especialistas, exemplos concretos, comparações e análises lógicas.

Como mandar bem na redação?

Se você tinha dúvidas sobre: “O que é tese na redação?”, agora sabe como funciona. Assim, se você quer mandar bem na redação do ENEM ou vestibulares, o CRIA pode ser a ferramenta ideal para esse processo. Mas o que é o CRIA?

O CRIA é um corretor de redação por inteligência artificial que utiliza modelos de aprendizado de máquina gerados por meio de redações escritas por alunos reais e corrigidas por professores.

Além disso, o CRIA realiza previsões de notas por competência, análise de contexto na introdução, previsão de defesa de tese, previsão de fuga ao tema, previsão de intervenção, uso de parônimas e homônimas, etc.

Mas o que o CRIA faz por você?

  • Análise instantânea da redação;
  • Simulação da sua nota do ENEM por competência;
  • Identificação de desvios, todos marcados no seu texto;
  • Traz correções detalhadas por competência;
  • Histórico de progresso;
  • Fornece dados para melhorias na escrita, em texto e/ou avatar explicativo;
  • Plataforma gamificada, pode compartilhar com amigos e obter vantagens;
  • Professor olha as correções do CRIA e pode alterar conforme achar necessário, assim o CRIA sempre aprende com eles.

Vamos começar? Então acesse aqui.

Esse artigo foi útil?

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Lamentamos que este post não tenha sido útil pra você.

Vamos melhorar este post.

Como podemos melhorar esse post?

Mais recentes