CRIA logo

Filmes de inteligência artificial para citar no ENEM

Compartilhe

Os filmes de inteligência artificial para citar no ENEM são grandes repertórios socioculturais para relacionar ao tema. Confira a lista que fizemos para você.

Antes, a inteligência artificial era uma realidade apenas das ficções, mas hoje ocupa grande espaço em nossa realidade. Então, a relação ética entre máquinas e seres humanos pode ser uma temática do ENEM. Assim, conhecer filmes de inteligência artificial para citar no ENEM é essencial para todo candidato.

O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) teve sua primeira edição em 1998. Desde então, muita coisa mudou. Entretanto, a redação continua sendo uma das partes essenciais do exame.

Assim, o primeiro objetivo da avaliação é a compreensão da proposta de redação, que geralmente possui tema político, social, científico ou cultural. Por isso, é fundamental que os candidatos entendam a proposta no contexto em que foi apresentada.

Então, em relação à prova de redação do ENEM, acredita-se que os conhecimentos prévios dos candidatos podem auxiliar na construção de um texto com argumentação clara e bem-elaborada.

Para isso, é preciso que o candidato tenha um bom repertório sociocultural para estabelecer relações de interpretação. Então, conheça alguns filmes de inteligência artificial para citar no ENEM que o CRIA selecionou. Boa leitura.

filmes de inteligencia artificial para citar no enem
Filmes de inteligência artificial para citar no ENEM: esteja preparado para todos os temas do exame — Fonte: Freepik.

O que é repertório sociocultural?

O repertório sociocultural é o conhecimento que o candidato possui sobre vários assuntos, tais como filosofia, sociologia, história, política, economia, saúde, dentre outros.

Assim, tais habilidades são cruciais para a criação de textos escritos. Portanto, a vivência de leitura ajuda os participantes do exame a escrever argumentos que apoiam sua tese, trazendo informações de outras áreas de conhecimento.

Desse modo, utilizam-se conceitos de diversas áreas do conhecimento como suporte para os argumentos selecionados sobre o tema, que converse e justifique a tese apresentada pelos candidatos na redação.

Avaliado pela Competência III do ENEM, diz respeito a “Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.” Então, os candidatos ao exame devem filtrar informações, fatos, opiniões e argumentos que, principalmente, reforçam a tese apresentada na introdução da redação.

Você também pode se interessar por:

5 filmes de inteligência artificial para citar no ENEM

Estar diante de um gênero textual que exige a defesa de posicionamentos e a delimitação de uma tese (ponto de vista/opinião), elaborada a partir das convicções de cada aluno, é uma tarefa que valoriza a importância de dominar certos conhecimentos.

Esses conhecimentos podem ser mais ou menos rebuscados, a depender do repertório sociocultural do estudante. Assim, por ser tão valorizado, vale se atentar para esse aspecto. Para isso, confira uma lista com 5 filmes de inteligência artificial para citar no ENEM:

1. Ela (Her, 2013)

É um filme de ficção científica dirigido por Spike Jonze lançado em 2013. O filme aborda assuntos como solidão, relacionamentos humanos e inteligência artificial.

Assim, a história se passa em um futuro próximo e conta a história de Theodore Twombly (Joaquin Phoenix), que se envolve sentimentalmente com Samantha (Scarlett Johansson), um sistema operacional de inteligência artificial.

Assista em: Netflix.

2. O Homem Bicentenário (1999)

É um filme de ficção científica lançado em 1999, dirigido por Chris Columbus e baseado no conto de Isaac Asimov. O filme é uma adaptação cinematográfica da história de Andrew Martin, um robô humanoide que deseja se tornar um ser humano de pleno direito.

A história gira em torno de Andrew, interpretado por Robin Williams, um robô de serviço doméstico que busca se tornar mais humano em sua jornada de autodescoberta por 2 séculos. Desse modo, o filme aborda questões profundas como a busca por identidade, a natureza da humanidade e o problema da mortalidade.

Assista em: HBO Max.

3. Ex Machina (2014)

É um filme de ficção científica dirigido por Alex Garland, conhecido por sua exploração das implicações éticas e filosóficas da inteligência artificial, especialmente no que diz respeito à consciência e à natureza da humanidade.

Assista em: Prime Video.

4. A Vigilante do Amanhã: Ghost in the Shell (2017)

O filme é uma ficção científica adaptado do Manga japonês “Ghost in the Shell” de Masamune Shirow, além de se inspirar no filme de animação de 1995 com o mesmo nome.

Assim, a história se passa em um futuro distópico no qual a personagem principal, Major Motoko Kusanagi, interpretado por Scarlett Johansson, é um ciborgue de alto nível que trabalha para a Seção 9, uma unidade de contraterrorismo.

Assista em: Prime Video.

5. Blade Runner, O Caçador de Androides (1982)

Blade Runner é um filme de ficção científica lançado em 1982, adaptado do romance “Do Androids Dream of Electric Sheep?” de Philip K. Dick. Ele é amplamente considerado um clássico do gênero.

A história acontece em um futuro distópico da cidade de Los Angeles, em 2019, quando a tecnologia chegou ao ponto de produzir replicantes. Eles são seres sintéticos quase impossíveis de distinguir dos humanos.

Embora os replicantes sejam proibidos na Terra, alguns conseguem entrar ilegalmente. Os agentes conhecidos como “Blade Runners” são responsáveis por encontrar e “aposentar” (ou seja, eliminar) replicantes fugitivos.

Assista em: Prime Video.

Dica extra: WestWorld

A série de ficção científica é conhecida por explorar temas complexos relacionados à inteligência artificial, ética e consciência. Assim, a história da série se passa em um parque temático futurista chamado Westworld.

Nesse universo, os ricos podem entrar em um mundo fantástico do Velho Oeste habitado por “anfitriões”, robôs extremamente inteligentes.

Então, os visitantes têm a oportunidade de se relacionar com os anfitriões e experimentar suas fantasias mais selvagens, como violência e indulgência, sem que isso tenha nenhuma consequência real.

Assista em: HBO Max.

CRIA: corretor de redação de inteligência artificial

A Cartilha do participante do ENEM 2022 (BRASIL, 2022) deixa claro que os repertórios socioculturais devem ser pertinentes e utilizados de modo produtivo na dissertação escolar. Além disso, devem ser usados de forma verídica e de serem facilmente identificados, aceitos socialmente.

Então, se você não se sente preparado para escrever a redação com um bom repertório, o CRIA pode te ajudar. Mas o que é o CRIA?

CRIA é um corretor de redação por inteligência artificial que garante uma correção com grande precisão, baseando-se nas 5 competências do ENEM. E para a praticidade do estudante, a correção é entregue até 2 minutos.

Além disso, centenas de milhares de redações estão disponíveis no banco de dados do CRIA. Portanto, oferecemos ao aluno uma explicação detalhada de quais foram seus erros, como corrigi-los e porquê esse erro reduz os pontos no ENEM, com notas de zero a mil, utilizando-se como base para IA.

Então, após enviar sua redação para correção, o CRIA verifica se os conectivos foram usados ou não no texto. Assim, você pode ver se existe uma diversidade de elementos linguísticos e a frequência.

correcao cria
Coesão e coerência na redação do ENEM — Fonte: CRIA.

Mas, afinal, para quem é o CRIA:

  • Para os professores, visamos diminuir a sobrecarga e otimizar a gestão da turma;
  • Para os alunos, tornarmos o processo mais ágil, divertido, incentivando a prática constante.

Vamos começar? Então acesse aqui.

Esse artigo foi útil?

Média da classificação 4 / 5. Número de votos: 9

Lamentamos que este post não tenha sido útil pra você.

Vamos melhorar este post.

Como podemos melhorar esse post?

Mais recentes