CRIA logo

Diferenças entre SISU, PROUNI e FIES: quais são?

Compartilhe

Mesmo que sejam políticas públicas educacionais para facilitar o ingresso em universidades, existem diferenças entre SiSU, PROUNI e FIES. Confira quais são!

Você conhece as diferenças entre SISU, PROUNI e FIES? Embora essas políticas públicas educacionais facilitem a entrada de estudantes em cursos de nível superior, elas possuem objetivos diferentes. Em geral, oferecem bolsas de estudos, financiamento estudantil e vagas em instituições de ensino superior federais.

SiSU, Prouni e Fies: cada um dos programas possuem objetivos específico – ou seja, são diferentes entre si. Mesmo assim, todos possibilitam o acesso para ingresso em cursos de ensino superior.

Desse modo, o SiSU é um programa que facilita o acesso às instituições educacionais públicas no Brasil. Já o ProUni é um programa que oferece bolsas para alunos de instituições educacionais privada.

E, por fim, o Fies é um financiamento para instituições educacionais privadas, que permite o pagamento das dívidas estudantis com juros especiais após a conclusão da faculdade.

Quer entender melhor as diferenças entre SISU, PROUNI e FIES? Confira o conteúdo completo sobre as diferenças, vantagens e desvantagens de cada um. Então, continue com o CRIA e boa leitura.

diferencas entre sisu pruni e fies
Diferenças entre SISU, PROUNI e FIES: confira as vantagens e desvantagens de cada uma dessas políticas públicas estudantis – Foto: Pexels.

ENEM como porta de entrada às universidades

O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) foi criado pela Portaria MEC n.° 438, de 28 de maio de 1998, para avaliar o desempenho do ensino médio e acadêmico dos estudantes brasileiros. Assim, seus principais objetivos eram:

Artigo 1º – Instituir o Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM, como procedimento de avaliação do desempenho do aluno, tendo por objetivos:
I – Conferir ao cidadão parâmetro para autoavaliação, com vistas à continuidade de sua formação e à sua inserção no mercado de trabalho;
II – Criar referência nacional para os egressos de qualquer das modalidades do ensino médio;
III – fornecer subsídios às diferentes modalidades de acesso à educação superior;
IV – Constituir-se em modalidade de acesso a cursos profissionalizantes pós-médio.

Com a criação do PROUNI – Programa Universidade para Todos – em 2004, o ENEM passou a ser usado como porta de entrada para programas de ensino superior.

Em 2005, o programa começou a oferecer bolsas de estudo integrais e parciais aos participantes, aumentando significativamente o número de alunos que fizeram o exame visando ingressar em uma faculdade.

Além disso, quando o exame passou a ser um processo unificado em 2009, substituiu o modelo tradicional de vestibular (em partes) para acesso às universidades públicas. Assim, ganhou destaque no ingresso na educação superior, seja por meio do PROUNI e FIES na educação superior pública ou privada.

EM 2009, foi proposto o novo modelo do ENEM. Então, gradativamente, ele foi adotado como processo seletivo para ingresso nas Instituições Federais de Ensino Superior.

Você também pode se interessar por:

Diferença entre SiSU, ProUni e FIES

Existe diferenças entre SISU, PROUNI e FIES? Cada um desses programas desempenha um papel fundamental na promoção da inclusão e da igualdade ao acesso à educação superior, atendendo a diferentes perfis de estudantes e necessidades socioeconômicas.

Entretanto, eles possuem objetivos e possibilidades distintas. Então, para ajudar na escolha, confira a diferença de cada um deles:

Sistema de Seleção Unificada (SiSU):

  • Gerenciado pelo Ministério da Educação (MEC) do Brasil.
  • Utiliza a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) como critério de seleção.
  • Destina-se ao ingresso em universidades públicas brasileiras.
  • Não oferece bolsas ou financiamentos, apenas coordena a seleção para vagas em instituições públicas.

Programa Universidade para Todos (ProUni):

  • Gerenciado pelo Ministério da Educação (MEC) do Brasil.
  • Oferece bolsas de estudo integrais e parciais (50%) em instituições privadas de ensino superior.
  • É voltado para estudantes de baixa renda que cursaram o ensino médio em escolas públicas ou como bolsistas em escolas particulares.
  • Utiliza a nota do ENEM e critérios socioeconômicos para seleção.

Fundo de Financiamento Estudantil (FIES):

  • Gerenciado pelo Ministério da Educação (MEC) do Brasil.
  • Oferece financiamento estudantil para cursos em instituições privadas de ensino superior.
  • Destina-se a estudantes que não têm condições financeiras de arcar com as mensalidades.
  • Utiliza a nota do ENEM, critérios socioeconômicos e capacidade de pagamento do estudante para seleção.
  • O pagamento do financiamento começa após a conclusão do curso, com condições favoráveis de parcelamento.

Então, resumindo: o SiSU supervisiona as inscrições para faculdades públicas, o ProUni oferece bolsas de estudo em instituições privadas e o FIES financia estudantes em instituições privadas. Cada um desses programas tem suas próprias razões de escolha.

Semelhanças entre SiSU, ProUni e FIES

Embora os programas educacionais SiSU, ProUni e FIES sejam diferentes uns dos outros, existem algumas semelhanças entre eles:

1. Base no ENEM:

  • Todos os programas utilizam a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) como parte do processo seletivo.
  • A nota do ENEM é um critério importante para a seleção de candidatos tanto no SiSU quanto no ProUni e no FIES.

2. Facilitação de acesso ao Ensino Superior:

  • O objetivo principal dos três programas é facilitar o acesso ao ensino superior no Brasil.
  • Enquanto o SiSU coordena o ingresso em universidades públicas, o ProUni oferece bolsas de estudo em instituições privadas e o FIES proporciona financiamento estudantil para cursos em instituições privadas.

3. Gerenciamento pelo Ministério da Educação (MEC):

  • Todos os programas são gerenciados pelo Ministério da Educação (MEC) do Brasil.
  • Isso garante uma certa padronização nos critérios de seleção e nas políticas educacionais relacionadas a esses programas.

4. Foco em estudantes de baixa renda:

  • Embora o público-alvo possa variar um pouco entre os programas, todos eles pretendem atender, em grande parte, estudantes de baixa renda.
  • O ProUni, por exemplo, oferece bolsas de estudo para estudantes de baixa renda que frequentaram o ensino médio em escolas públicas ou como bolsistas em escolas particulares.

O que é o SiSU?

Segundo o Ministério da Educação (MEC), o Sistema de Seleção Unificada (SiSU) é um sistema eletrônico para as vagas ofertadas por instituições públicas de ensino superior de todo o Brasil.

Assim, o sistema faz a seleção dos estudantes com base na média da nota do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) até o limite da oferta das vagas, por curso e modalidade de concorrência, conforme as escolhas dos candidatos inscritos e perfil socioeconômico para Lei de Cotas.

Confira o cronograma do SiSU de 2023

Veja o cronograma do SiSU do 2º semestre de 2023:

  • Inscrições: 19 a 22 de junho.
  • Resultado: 27 de junho.
  • Matrículas: 29 de junho a 4 de julho.
  • Manifestação de interesse na lista de espera: 27 de junho a 4 de julho.

Leia também: Como funciona o SiSU: tudo o que você precisa saber.

O que é o ProUni?

O Programa Universidade para Todos (PROUNI) foi criado pelo governo brasileiro em 2004 para oferecer bolsas integrais e parciais em instituições de ensino superior privadas.

Além disso, é um programa para estudantes de famílias de baixa renda que tenham cursado o ensino médio completo em uma instituição pública ou como bolsistas integrais em uma instituição particular.

Desse modo, o público-alvo do programa é o estudante sem diploma de nível superior.

Calendário ProUni 2024:

  • Inscrição ProUni 2024: de 29/01 a 02/02;
  • Resultado da primeira chamada: 06/02;
  • Período de matrícula da primeira chamada: de 06/02 a 20/02;
  • Resultado da segunda chamada: 27/02;
  • Período de matrícula da segunda chamada: de 27/02 a 07/03;
  • Manifestação de interesse na lista de espera: 14/03 e 15/03;
  • Resultado da lista de espera: 18/03;
  • Eventual período de matrícula da lista de espera: 19/03 a 27/03.

O que é o FIES?

O programa do FIES (Fundo de Financiamento Estudantil) se destinado aos estudantes que desejam ingressar em cursos de graduação em instituições privadas de ensino superior.

Então, criado em 1999, visa facilitar o acesso ao ensino superior para estudantes que não têm condições de pagar as mensalidades completas dessas instituições.

Além disso, o principal benefício é oferecer aos estudantes comprovadamente carentes a oportunidade de cursar uma graduação em uma instituição privada. Nesse sentido, o programa possui a vantagem de adiar o pagamento das mensalidades para um momento mais adequado às suas condições financeiras.

Calendário FIES 2024

  • Inscrições: do dia 07 ao dia 10 de março;
  • Divulgação do resultado: dia 14 de março;
  • Prazo de complementação das informações da inscrição: ainda não divulgado
  • Lista de espera do FIES: ainda não divulgado

SiSU ou ProUni: qual é o melhor?

Cada estudante tem suas próprias necessidades e circunstâncias, então não há como dizer qual programa é “melhor” entre o SiSU e o ProUni.

Assim, ambos os programas têm vantagens e desvantagens, e a melhor opção pode variar dependendo de vários fatores. Por exemplo: o nível socioeconômico, as preferências pessoais, os objetivos acadêmicos e o número de vagas disponíveis nos cursos desejados.

Então, aqui estão algumas considerações que podem auxiliar na decisão:

Vantagens do SiSU (Sistema de Seleção Unificada):

  • Oferece oportunidade de ingresso em universidades públicas, que geralmente têm boa reputação acadêmica e oferecem ensino gratuito.
  • Ampla variedade de cursos e instituições de ensino superior públicas participantes.
  • Não exige pagamento de mensalidades.

Desvantagens do SiSU (Sistema de Seleção Unificada):

  • Concorrência geralmente mais acirrada devido ao grande número de candidatos para um número limitado de vagas.
  • Limitado a instituições públicas, o que pode restringir as opções dependendo da área de interesse.

Vantagens do ProUni (Programa Universidade para Todos):

  • Oferece bolsas de estudo integrais ou parciais em instituições privadas, ou seja, ampliando as opções de cursos e instituições.
  • Menor concorrência em comparação com o SiSU, já que as bolsas são destinadas a grupos específicos de candidatos de baixa renda.
  • Possibilidade de escolha entre uma variedade de cursos em instituições privadas em todo o país.

Desvantagens do ProUni (Programa Universidade para Todos):

  • Dependendo da bolsa concedida, pode exigir o pagamento de uma parte das mensalidades ou taxas adicionais.
  • Qualidade do ensino pode variar entre instituições privadas, assim, algumas podem não ter a mesma reputação acadêmica que as universidades públicas.

Aprimore sua escrita com o CRIA

Agora que você conferiu as diferenças entre SISU PROUNI e FIES, é hora de praticar. Com isso, o CRIA pode te ajudar. Mas o que é o CRIA?

Projetado para ser um corretor de redações baseado em inteligência artificial e processamento de linguagem natural, o CRIA é uma ferramenta útil e simples de utilizar.

Assim, ele utiliza modelos de aprendizado de máquina gerados por meio de redações escritas por alunos reais e corrigidas por professores.

Então, através do modelo, o CRIA realiza a correção das redações seguindo os parâmetros gerais cobrados por diversos vestibulares.

cria
Agora o CRIA corrige suas redações de todos os vestibulares – Fonte: CRIA.

Quais são as funcionalidades do CRIA?

  • Análise instantânea da redação;
  • Simulação da sua nota do ENEM por competência;
  • Identificação de desvios, todos marcados no seu texto;
  • Traz correções detalhadas por competência;
  • Histórico de progresso;
  • Fornece dados para melhorias na escrita, em texto e/ou avatar explicativo;
  • Plataforma gamificada, pode compartilhar com amigos e obter vantagens;
  • Professor olha as correções do CRIA e pode alterar conforme achar necessário, assim o CRIA sempre aprende com eles.
O CRIA, uma ferramenta de correção de redações com inteligência artificial, te ajuda a praticar para o ENEM — Vídeo: Reprodução.

Acompanhe seu progresso

Após enviar as redações, é possível acessar outra ferramenta disponível para os alunos do CRIA: o gráfico com histórico de pontuação.

Assim, por meio dele, é possível visualizar de maneira clara as competências que precisam de mais atenção.

grafico de correcao de redacao interativo
Gráfico de correção de redação interativo — Fonte: CRIA.

A quem o CRIA se destina?

  • Para os professores, visamos diminuir a sobrecarga e otimizar a gestão da turma;
  • Para os alunos, tornarmos o processo mais ágil, divertido, incentivando a prática constante.

Vamos começar? Então acesse aqui.

Esse artigo foi útil?

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Lamentamos que este post não tenha sido útil pra você.

Vamos melhorar este post.

Como podemos melhorar esse post?

Mais recentes

como e a redacao da uft

Como é a redação da UFT 2024/2?

A redação da UFT segue o padrão comum de muitos vestibulares, solicitando aos candidatos que produzam um texto dissertativo-argumentativo. A avaliação é baseada em cinco competências específicas, conforme detalhado no edital da instituição.

Leia mais »