CRIA logo

Como funciona o FIES? Guia completo!

Compartilhe

Se você quer conquistar uma vaga no ensino superior, em qualquer universidade, precisa saber como funciona o FIES. Confira todos os detalhes aqui.

Você, candidato que deseja conseguir uma vaga em uma instituição de ensino superior, precisa conhecer como funciona o FIES. Esse programa é responsável por possibilitar o financiamento parcial ou completo em faculdades privadas, tornando vagas mais acessíveis para a população.

Milhares de alunos em todo o Brasil tem mudado sua vida por meio do programa do governo federal chamado Fundo de Financiamento Estudantil, também conhecido como FIES, que lhes dá acesso ao ensino superior em instituições privadas.

O FIES, criado em 1999, oferece oportunidades a estudantes de baixa renda que desejam ingressar em uma universidade particular, mas não têm dinheiro para pagar as mensalidades integrais. Desse modo, trata-se de um programa importante para aumentar a igualdade na educação superior.

Assim, se você deseja entrar em uma instituição de ensino superior, confira todas as informações de como funciona o FIES que o CRIA selecionou. Boa leitura:

como funciona o fies
Como funciona o FIES? Tudo o que você precisa saber sobre o programa — Fonte: Pexels.

O que é o FIES?

Para estudantes que desejam ingressar em cursos de graduação em instituições privadas de ensino superior, o governo brasileiro oferece um financiamento estudantil por meio do FIES (Fundo de Financiamento Estudantil).

O programa do FIES foi criado em 1999, visando facilitar o acesso ao ensino superior para estudantes que não têm condições de pagar as mensalidades completas dessas instituições.

O principal benefício é dar aos estudantes comprovadamente carentes a oportunidade de cursar uma graduação em uma instituição privada. Nesse sentido, o programa possui a vantagem de adiar o pagamento das mensalidades para um momento mais adequado às suas condições financeiras.

Você também pode se interessar por:

Como funciona o FIES?

O FIES financia estudantes com renda familiar de até 3 salários mínimos a juros zero. Isso significa que, após a conclusão do curso, o estudante pagará apenas o valor financiado, sem a incidência de nenhum juro. Isso facilita a quitação do financiamento e alivia o peso financeiro.

Além disso, o FIES valoriza o percurso acadêmico dos estudantes, incentivando-os a continuar estudando desde o ensino médio, adotando o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) como critério de seleção. Como resultado, o programa facilita o ingresso no ensino superior e estimula os alunos a obter bons resultados.

Passo a passo de como se inscrever no FIES?

Se você não quer perder a oportunidade de se inscrever no Fundo de Financiamento Estudantil (FIES), siga os prazos estabelecidos pelo Ministério da Educação (MEC). Assim, o passo a passo é:

  1. Verificar a elegibilidade;
  2. Acessar o site do FIES;
  3. Informar os dados do ENEM;
  4. Preencher as informações pessoais;
  5. Escolher o curso e a instituição;
  6. Selecionar a modalidade de financiamento;
  7. Complementar informações e validar a inscrição;
  8. Aguardar o resultado.

É importante ter em mente que os procedimentos do FIES podem mudar com cada edição. Por isso, é importante seguir as informações oficiais do programa e observar os prazos divulgados pelo MEC. Boa sorte com seu processo de inscrição.

Quem pode se inscrever no FIES?

Existem algumas regras e critérios para o estudante poder se inscrever no FIES, sendo eles:

  • Nota acima de 450 pontos na média das provas e nota acima de 0 na redação de qualquer edição do Enem a partir de 2010;
  • Renda familiar bruta mensal de no máximo 3 salários mínimos por pessoa.

Porém, você NÃO pode participar do programa se:

  • Se você já tiver utilizado o financiamento anteriormente;
  • Se sua matrícula estiver trancada na instituição de ensino;
  • Estiver inadimplente com o Programa de Crédito Educativo;
  • Se for beneficiário do ProUni.

Preciso de fiador para me inscrever no FIES?

Para todas as modalidades do FIES (Fundo de Financiamento Estudantil), atualmente não é mais necessário um fiador. Desse modo, a partir de 2018, o programa do FIES não prevê a necessidade de apresentar um fiador nas situações:

  • FIES — Modalidade Juros Zero: essa modalidade é para estudantes com renda familiar de até 3 salários mínimos por pessoa. Então, não é necessário fiador para usar, de modo que o financiamento é fornecido gratuitamente e o estudante só pode começar a pagar o valor financiado após o curso.
  • P-FIES – Modalidade Com Juros: não é mais necessário apresentar fiador para o P-FIES, mesmo na modalidade com juros. Assim, nesse método, os financiamentos são concedidos por instituições financeiras parceiras, como bancos, e as condições, como a necessidade de fiador, são determinadas pelas próprias instituições.

Como é calculada a nota de corte do Fies?

O processo de cálculo da nota de corte do FIES não é igual para todas as edições do programa, por depender da quantidade de vagas disponíveis, da quantidade de inscritos e das notas do ENEM dos candidatos. Em média, o cálculo inclui os seguintes procedimentos:

  • Inscrição dos candidatos;
  • Notas dos candidatos;
  • Definição da quantidade de vagas;
  • Estabelecimento da nota de corte;
  • Resultado e classificação.

Quais instituições de ensino participam do FIES?

Somente as instituições educacionais cadastradas e aderidas ao FIES participam do programa. Assim, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e o Ministério da Educação (MEC) coordenam o processo de adesão das instituições.

Desse modo, são elas:

  • Instituições de Ensino Superior (IES) privadas: cursos de graduação são oferecidos por faculdades, universidades, centros universitários e outras instituições privadas que normalmente recebem a certificação do MEC. Essas instituições devem aderir ao FIES para permitir que estudantes financiem seus estudos por meio do programa;
  • Instituições com cursos autorizados pelo MEC: são inclusos cursos presenciais e a distância, desde que tenham autorização ou reconhecimento do Ministério da Educação. Isso indica que o programa leva em consideração uma ampla gama de campos de conhecimento.

Se você tem o interesse de utilizar o FIES para ingressar em uma universidade em específico, verifique se a instituição adere ao programa do Governo Federal.

Mas como é o feito o pagamento do financiamento?

O estudante paga uma taxa trimestral de juros do financiamento durante todo o período de matrícula. Essa abordagem também mantém-se durante o período de carência, que é de alguns meses após a formatura. Por fim, pode-se parcelar a dívida após o prazo de carência e por vários anos.

Como o CRIA pode te ajudar?

Agora que você já entendeu como funciona o FIES, é hora de se preparar para mandar bem no ENEM. O primeiro passo é estudar muito e praticar com frequência redação. E com isso o CRIA pode te ajudar.

Mas o que é o CRIA?

CRIA é um corretor de redação por inteligência artificial que garante uma correção com grande precisão, baseando-se nas 5 competências do ENEM. Além de entregar essa precisão, tudo isso é feito em até 2 minutos.

Ainda, o CRIA dispõe um banco de dados com centenas de milhares de redações. Então, desde zeradas até aquelas com nota mil, utilizadas como base para IA entregar ao aluno uma descrição detalhada de onde errou, como pode arrumar e o porquê tal erro gera desconto de pontos no ENEM. 

Outra ferramenta disponível para os alunos do CRIA é esse gráfico com histórico de pontuação. Assim, por meio dele, é possível visualizar de maneira bem clara as competências que precisam de mais atenção.

grafico de correcao de redacao interativo
Gráfico de correção de redação interativo — Fonte: CRIA.

Mas, afinal, para quem é o CRIA:

  • Para os professores, visamos diminuir a sobrecarga e otimizar a gestão da turma;
  • Para os alunos, tornarmos o processo mais ágil, divertido, incentivando a prática constante.

Vamos começar? Então acesse aqui.

Esse artigo foi útil?

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Lamentamos que este post não tenha sido útil pra você.

Vamos melhorar este post.

Como podemos melhorar esse post?

Mais recentes