CRIA logo

Como escrever uma redação para o ENEM?

Compartilhe

Você sabe como escrever uma redação para o Enem? Desvende conosco os segredos para gabaritar essa importante categoria do exame!

Como escrever uma redação para o ENEM? Essa é uma dúvida muito comum entre os participantes da prova. Assim, compreender a estrutura do texto dissertativo-argumentativo é um dos primeiros passos para entrar com o pé na porta no exame.

Ano após ano, o ENEM desafia os estudantes com uma proposta de produção textual que mede a competência de escrita de alunos do país inteiro. Bom, sabemos que escrever não é tarefa simples, em especial quando se trata de uma escrita mais planejada e monitorada assim como no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM).

Infelizmente, não há uma receita de bolo para atingir o sucesso na redação. Entretanto, seguindo as orientações do INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) das cinco competências da redação é a saída.

Existem diversas regras que precisam ser seguidas, elas são um somatório do que já conhecemos, sobre redação e seus princípios básicos de coesão e coerência. Além disso, e algumas outras a mais sobre repertótio sociocultural, para saber formular uma boa argumentação para defender sua tese. 

Assim, se você deseja mandar bem no exame, confira esse passo a passo de como escrever uma redação para o ENEM elaborado pelo CRIA. Então, continue conosco e boa leitura.

Como escrever a redação do ENEM?
Como escrever a redação do ENEM? Fonte: Pexels

Qual é a estrutura de uma redação do ENEM?

Para entender como escrever uma redação para o ENEM, é preciso conhecer sua estrutura específica, que são comuns a textos dissertativo-argumentativos. Assim, a estrutura padrão compreende três partes principais: introdução, desenvolvimento e conclusão.

Então, aqui está uma descrição mais detalhada de cada uma dessas partes para entender como escrever uma redação para o enem:

1. Introdução:

  • Apresentação do Tema: Inicie a redação apresentando o tema proposto de forma clara e objetiva. Evite rodeios e vá direto ao ponto.
  • Contextualização: Contextualize o tema no espaço e tempo, relacionando-o a eventos atuais, históricos ou sociais, conforme for pertinente.
  • Tese ou Posicionamento: Apresente sua tese ou posição sobre o tema. Esta é a ideia principal que guiará todo o desenvolvimento da redação.

2. Desenvolvimento:

  • Argumentação:
    • Organize seus argumentos de forma lógica e coesa. Cada parágrafo do desenvolvimento deve apresentar uma ideia principal, e os parágrafos devem estar interligados.
    • Utilize dados, fatos, exemplos e informações relevantes para sustentar seus argumentos. Quanto mais embasados e variados os argumentos, melhor.
  • Estruturação dos Parágrafos:
    • Cada parágrafo deve ter uma introdução, um desenvolvimento e uma conclusão.
    • Evite parágrafos muito extensos, buscando equilibrar a profundidade da explanação com a clareza de exposição.
  • Coerência e Coesão:
    • Mantenha a coerência entre as ideias apresentadas. Os argumentos devem se conectar de maneira fluida.
    • Utilize conectivos adequados para indicar relações lógicas entre as ideias.

3. Conclusão:

Síntese dos Argumentos:

  • Faça uma síntese dos principais argumentos apresentados no desenvolvimento. Retome os pontos essenciais de forma resumida.

Reafirmação da Tese:

  • Reforce sua tese ou posição sobre o tema, destacando sua importância.

Proposta de Intervenção:

  • Apresente uma proposta de intervenção para o problema abordado. Essa proposta deve ser prática, realista e respeitar os direitos humanos.

Você também pode gostar de:

Como se começa a introdução de uma redação para o ENEM?

A introdução à redação do ENEM é fundamental. Nesse sentido, ela ajuda a apresentar o tema de forma concisa, atrair o leitor, ou seja, a banca corretora. Além disso, auxiliar a definir o contexto e a relevância do assunto, além de definir a tese ou perspectiva que será defendida ao longo do texto.

Uma introdução bem elaborada ajuda a direcionar o raciocínio do autor e a manter o leitor interessado na argumentação que se seguirá, estabelecendo o tom para o restante da redação. Como resultado, a introdução é o primeiro passo para uma redação bem-sucedida no ENEM.

Assim, na introdução, você deve incluir um tema e duas teses que serão discutidas em cada desenvolvimento; também é aconselhável usar o repertório sociocultural.

Então, para começar, você pode usar um repertório sociocultural, relacioná-lo com o tema proposto e, em seguida, usar essa contextualização para as teses.

O que é tese?

Entender o que é a tesa da redação, é fundamental para aprender a como escrever uma redação para o enem. Desse modo, as teses do exame de redação do ENEM são as ideias centrais do texto, que servirão como base para toda a argumentação. Assim, ela visa destacar o posicionamento crítico do autor. Como há dois parágrafos para a argumentação, haverá duas teses, apresentadas na introdução!

Já que o ENEM costuma abordar problemas, é muito comum utilizar como teses causas e/ou consequências destes problemas.

Entendendo os conceitos já ditos, podemos ver exemplos de redações e encontrar cada elemento:

Exemplo de introdução ENEM:

Redação do ENEM 2022: aluna Carina Beatriz de Souza Moura

Na segunda metade do século XVIII, os escritores da primeira fase do Romantismo elevaram, de maneira completamente idealizada, o indígena e a natureza à condição de elementos personificados da beleza e do poder da pátria (quando, na verdade, os nativos continuaram vítimas de uma exploração desumana no momento em questão). Sem desconsiderar o fato temporal, hoje nota-se que, apesar das conquistas legais e jurídicas alcançadas, a exaltação dos indígenas e dos demais povos tradicionais não se efetivou no cenário brasileiro e continua restrita às prosas e poesias do movimento romântico. A partir desse contexto, é imprescindível compreender os maiores desafios para uma plena valorização das comunidades tradicionais no Brasil.

Legenda:

  • Repertório sociocultural
  • Tema
  • Tese

Como fazer o desenvolvimento de uma redação para o ENEM?

O desenvolvimento de uma redação do ENEM é onde explica suas ideias após a introdução. Para aumentar a credibilidade, é fundamental usar argumentos sólidos e ilustrativos. Desse modo, certifique-se de que suas ideias tenham conexão e façam sentido.

Além disso, organize essas ideias em parágrafos e tenha em mente de responder a possíveis críticas. Seja direto e não complique; use várias palavras. Fazer uma redação forte é mais fácil quando você desenvolve completamente suas ideias.

No desenvolvimento da redação do ENEM há 2 parágrafos, as quais vão equivaler a cada tese posta.
Portanto, se as teses escolhidas forem: “etnocentrismo europeu” e “omissão do governo” cada um dos dois parágrafos vai ter a argumentação para cada respectiva tese.

Assim, o primeiro parágrafo é dito sobre o “etnocêntrismo europeu”, argumentando sobre essa tese e o segundo é dito sobre a “omissão governamental”, também argumentando sobre.

Além disso, os dois parágrafos podem ter a mesma estrutura, isso ajuda a manter o texto organizado. Com isso posto, entendemos como os parágrafos devem ser construidos.

Como escrever uma redação para o ENEM?
Como escrever uma redação para o ENEM? Conheça a estrutura do texto dissertativo-argumentativo. – Foto: Pexels

Tópico Frasal

O tópico frasal pode ser resumido como uma curta introdução a argumentação, não sendo necessário
estendê-lo por mais de um período. Nele, você vai fazer um breve resumo do que será abordado no parágrafo que, para dar maior continuidade ao texto, você pode citar sua tese em outras palavras.

Argumentação

Para argumentar eficazmente no desenvolvimento da redação do ENEM, é crucial apresentar argumentos claros e sustentá-los com exemplos e evidências relevantes. Então, conecte cada argumento à sua tese, explique sua importância e, quando apropriado, refute argumentos contrários.

Desse modo, varie os tipos de argumentos, mantenha a coerência e evite generalizações. Além disso, demonstre empatia em questões sociais ou éticas

Síntese

A síntese no desenvolvimento de uma redação do ENEM é como um resumo rápido e claro dos pontos-chave que você apresentou antes. Não é o momento de adicionar novas ideias, mas sim de reafirmar o que você já disse.

Assim, é como dar uma olhada geral nos argumentos principais, mostrando por que eles são importantes para o tema. Desse modo, a síntese ajuda a amarrar tudo junto, dando uma visão geral do que você argumentou até agora, o que ajuda o leitor a entender melhor e reforça sua posição sobre o assunto.

Exemplo de desenvolvimento ENEM:

Redação do ENEM 2022: aluna Carina Beatriz de Souza Moura

Nesse sentido, é inegável que o escasso interesse político em assegurar o respeito à cultura e ao modo de vida das populações tradicionais frustra a valorização desses indivíduos. Isso acontece, porque, como já estudado pelo sociólogo Boaventura de Sousa Santos, há no Brasil uma espécie de “Colonialismo Insidioso”, isto é, a manutenção de estruturas coloniais perversas de dominação, que se disfarça em meio a avanços sociais, mas mantém a camada mais vulnerável da sociedade explorada e negligenciada. Nessa perspectiva, percebe-se o quanto a invisibilização dos povos tradicionais é proposital e configura-se como uma estratégia política para permanecer no poder e fortalecer situações de desigualdade e injustiça social. Dessa forma, tem-se um país que, além de naturalizar as mais diversas invasões possessórias nos territórios dos povos tradicionais, não respeita a forma de viver e produzir dessas populações, o que comprova uma realidade destoante das produções literárias do Romantismo.

Legenda:

  • Tópico Frasal
  • Síntese
  • Repertório sociocultural
  • Argumento

Como fazer a conclusão de uma redação para o ENEM?

A conclusão de uma redação é a parte final do texto na qual o autor recapitula os principais pontos apresentados no argumento, sustenta a tese ou ponto de vista defendido e frequentemente faz uma síntese do que foi dito.

Além disso, é também o momento certo para concluir o texto de forma impactante, deixando uma impressão duradoura no leitor e, quando apropriado, pode conter uma mensagem de reflexão, esperança ou apelo à ação.

O que difere neste caso é que, como na Competência 5 da Cartilha do INEP, uma proposta de solução deve ser apresentada após a conclusão da redação do ENEM.

Tópico frasal:

A conclusão da redação do ENEM, é iniciado com o tópico frasal, que tem o mesmo objetivo de que o presente no desenvolvimento, mas nele sabemos que apresentaremos uma possível solução para o problema.

Proposta de intervenção:

A parte mais importante da conclusão é a proposta de intervenção. Nela, você irá propor uma medida para a resolução, redução, neutralização ou reversão da problemática, ligada principalmente às teses propostas. Por isso, são dadas perguntas para serem respondidas nesta fase, e ela não precisa durar mais de dois períodos.

Exemplo de conclusão ENEM:

Portanto, faz-se necessário superar os desafios que impedem a valorização das comunidades tradicionais no Brasil. Para isso, urge que o Poder Executivo — na esfera federal — amplie a verba destinada a órgãos fiscalizadores que visem garantir os direitos dos povos tradicionais e a preservação de seus territórios e costumes. Tal ação deve ser efetivada pela implantação de um Projeto Nacional de Valorização dos Povos Tradicionais, de modo a articular, em conjunto com a mídia socialmente engajada, palestras e debates que informem a importância de tais grupos em todos os 5570 municípios brasileiros. Isso deve ser feito a fim de combater os preconceitos e promover o respeito às populações tradicionais. Afinal, o intuito é que elas sejam tão valorizadas quanto os índios na primeira fase da literatura romântica.

Legenda:

  • Tópico frasal
  • Proposta de intervenção

Quais são os critério de correção da redação para o ENEM?

De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) as competências que serão avaliadas serão as seguintes:

  • Competência 1: Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa.
  • Competência 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo argumentativo em prosa.
  • Competência 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
  • Competência 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.
  • Competência 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Cada competência será avaliada de 0 a 200, tendo assim, um total de 1000 pontos.

Você pode conferir a cartilha detalhada sobre as cinco competências cobradas pelo MEC para redação do Enem, clicando aqui

Temas da redação do ENEM

Uma das melhores formas de estudar para escrever uma redação do ENEM é ler as redações das edições anteriores e refazer algumas delas. Principalmente aquelas que alcançaram a nota máxima (1000), para entender quais foram suas estratégias e aplicá-las em sua escrita.

Pensando nisso, separamos alguns temas abordados nas redações do ENEM no decorrer dos anos, para você estudar e se inspirar!

2023: Desafios para o enfrentamento da invisibilidade do trabalho de cuidado realizado pela mulher no Brasil

Nesse tema, existem alguns pontos que os participantes do exame devem levar em consideração. Para começar, os alunos devem pensar sobre o problema, por exemplo, a falta de visibilidade das mulheres em um ambiente de trabalho de cuidado, como cuidadores de crianças e idosos.

Em muitas situações, quando este tipo de trabalho não é devidamente reconhecido ou remunerado, a situação se torna difícil. A esposa “do lar” muitas vezes cuida dos filhos em tempo integral e não é considerada uma trabalhadora.

Mesmo em situações de sobrecarga, as duplas jornadas de trabalho não são valorizadas; em vez disso, é vista como algo normal e comum.

2022: Desafios para a valorização de comunidades e povos tradicionais no Brasil

Ao abordar o tema, é fundamental entender os principais fatores que levam ao problema. Tendo isso em vista, os povos e comunidades tradicionais são muito marginalizados e frequentemente não têm acesso a direitos básicos à sobrevivência.

O site do Ministério da Cidadania afirma que “entre os Povos e as Comunidades Tradicionais (PCTs) do Brasil estão os povos indígenas, os quilombolas, as comunidades tradicionais de matriz africana ou de terreiro, os extrativistas, os ribeirinhos, os caboclos, os pescadores artesanais, os pomeranos, entre outros”.

Vale ressaltar que, neste assunto, há uma distinção entre povos e comunidades. Isso se deve ao fato de que uma comunidade é “um grupo de pessoas com características diversas unidas por vínculos sociais, que compartilham perspectivas comuns e se engajam em ações conjuntas em localidades ou ambientes geográficos”. Uma comunidade é uma área ou um local específico, como uma cidade, uma aldeia, um bairro ou até um local de trabalho. (Fonte: FHI, The science of improving lives)

2021: Invisibilidade e registro civil: garantia de acesso à cidadania no Brasil

O tema, como de costume, abordou um assunto pertinente aos direitos garantidos aos cidadãos. Aqui, não houve recorte específico, como cultural ou direito básico de saúde, garantidos aos que possuem registro civil no Brasil.

A ideia principal da proposta foi sugerir uma reflexão sobre a qualidade básica de vida que o registro civil gratuito deveria proporcionar ao cidadão. 

Em contrapartida, a análise também deveria abranger a invisibilidade aos olhos da constituição de quem não possui o registro, considerado invisível em aspectos sociais, culturais e políticos.

2019: Democratização do acesso ao cinema no Brasil

Apesar do tema ser sobre o cinema, o material de apoio dissertou bastante sobre a falta de democratização da cultura no Brasil, porém, usando o cinema como ponto inicial, já que é o mais recorrente na nossa sociedade.

E mesmo que seja o destino mais procurado na hora de consumir um produto cultural, ainda há muita segregação em seu público. 

Por isso, é um tema que rende muito “pano pra manga”, já que aborda subtemas como desigualdade social, a elitização da cultura, capitalização dos cinemas, e poder aquisitivo e socioeconômico. 

2018: Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet

Como o nome sugere, a redação ideal para esse tema deveria abordar as consequências de ser manipulado por grandes nomes da indústria, e até do governo, utilizando nosso uso da internet e redes sociais.

Marcos históricos como o vazamento de informações que Edward Snowden fez, e até o livro 1984 de Orwell poderiam ser citados para dar ênfase em seu argumento.

2017: Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil

Não é nenhuma surpresa que o ensino brasileiro deixa a desejar em vários aspectos. Agora, se em ensinos regulares temos essa realidade, imagina em modalidades que precisam ser adaptadas?

O tema traz essa discussão sobre o ensino de surdos em todo país. Quais são os reais desafios e como superá-los diante da crise educacional? 

2015: A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira

Um tema abordado há quase 10 anos e ainda muito atual. O Brasil é um dos países com maior índice de feminicídio do mundo, e o questionamento que este tema traz é: por quê?

Para desenvolver essa questão, você deve analisar o contexto histórico e social em muitos aspectos, não só da mulher, mas também da realidade que vivemos. 

Aprimore sua escrita com o CRIA

Agora que você já aprendeu a como escrever uma redação para o enem, o CRIA pode ser a ferramenta ideal para esse processo. Mas o que é o CRIA?

Projetado para ser um corretor de redações baseado em inteligência artificial e processamento de linguagem natural, o CRIA é uma ferramenta útil e simples de utilizar.

Assim, ele utiliza modelos de aprendizado de máquina gerados por meio de redações escritas por alunos reais e corrigidas por professores.

Então, através do modelo, o CRIA realiza a correção das redações seguindo os parâmetros gerais cobrados por diversos vestibulares.

redacoes nota mil do enem 2022
Agora o CRIA corrige suas redações de todos os vestibulares – Foto: CRIA.

Quais são as funcionalidades do CRIA?

  • Análise instantânea da redação;
  • Simulação da sua nota do ENEM por competência;
  • Identificação de desvios, todos marcados no seu texto;
  • Traz correções detalhadas por competência;
  • Histórico de progresso;
  • Fornece dados para melhorias na escrita, em texto e/ou avatar explicativo;
  • Plataforma gamificada, pode compartilhar com amigos e obter vantagens;
  • Professor olha as correções do CRIA e pode alterar conforme achar necessário, assim o CRIA sempre aprende com eles.
O CRIA, uma ferramenta de correção de redações com inteligência artificial, te ajuda a praticar para o ENEM — Vídeo: Reprodução.

Qual o passo a passo para utilizar o CRIA?

Após escolher o plano, seu acesso à plataforma será liberado. Então, você pode escolher um tema disponível no site ou enviar outro tema desejado.

Em seguida, escreva o texto na área indica e submeta para correção. Em até 2 minutos sua redação do ENEM estará corrigida conforme as 5 competências do ENEM.

Por fim, após realizar as correções indicadas, atualize a análise para obter um novo resultado.

inteligencia artificial para corrigir redacao
CRIA: corretor de redação por inteligência artificial — Foto: CRIA.

Acompanhe seu progresso

Após enviar as redações, é possível acessar outra ferramenta disponível para os alunos do CRIA: o gráfico com histórico de pontuação.

Assim, por meio dele, é possível visualizar de maneira clara as competências que precisam de mais atenção.

grafico de correcao de redacao interativo
Gráfico de correção de redação interativo — Foto: CRIA.

A quem o CRIA se destina?

  • Para os professores, visamos diminuir a sobrecarga e otimizar a gestão da turma;
  • Para os alunos, tornarmos o processo mais ágil, divertido, incentivando a prática constante.

Vamos começar? Então acesse aqui.

Esse artigo foi útil?

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Lamentamos que este post não tenha sido útil pra você.

Vamos melhorar este post.

Como podemos melhorar esse post?

Mais recentes

como e a redacao da uft

Como é a redação da UFT 2024/2?

A redação da UFT segue o padrão comum de muitos vestibulares, solicitando aos candidatos que produzam um texto dissertativo-argumentativo. A avaliação é baseada em cinco competências específicas, conforme detalhado no edital da instituição.

Leia mais »