Body
CRIA logo

Temas redação FUVEST: confira todos!

Compartilhe

Descubra a diversidade de temas abordados nas redações da FUVEST ao longo dos anos, refletindo as questões sociais, políticas, culturais e científicas presentes na sociedade contemporânea.

Sabia que, no início, o vestibular da FUVEST não oferecia texto motivador para a prova da redação? Em resumo, o vestibular não se parecia nem pouco com o que é hoje. Então, descubra todos os temas redação FUVEST desde o início da prova.

Ao longo dos anos, a FUVEST aborda uma variedade de temas em suas redações, refletindo as questões sociais, políticas, culturais e científicas presentes na sociedade contemporânea.

São diversos assuntos abordados, como desigualdade social e econômica, meio ambiente e sustentabilidade até mesmo a respeito de desafios da globalização e do mundo do trabalho.

Então, é importante que os candidatos estejam preparados para discutir uma ampla gama de questões e apresentar argumentos sólidos e bem fundamentados sobre esses temas.

Desse modo, confira a seguir todos os temas redação FUVEST de todos os tempos com o CRIA. Continue conosco e boa leitura.

temas redacao fuvest
A redação do FUVEST é fundamental para a nota final do exame, pois é uma ferramenta importante para avaliar a capacidade de argumentação, análise crítica, domínio da norma culta, entre outros aspectos – Foto: Pexels.

O que é a FUVEST?

O processo seletivo para ingresso na Universidade de São Paulo (USP), uma das maiores e mais prestigiadas universidades do Brasil, é conduzido pela FUVEST (Fundação Universitária para o Vestibular).

Para os cursos de graduação da USP, ela se responsabiliza pela elaboração das provas, aplicação do vestibular e organização de todo o processo de seleção de candidatos.

Além disso, o vestibular FUVEST é famoso por ser abrangente e rigoroso, avaliando os conhecimentos dos candidatos em uma variedade de áreas do ensino médio.

Você também pode se interessar por:

Como é a redação da FUVEST?

A redação da FUVEST é composta por um texto dissertativo argumentativo de 30 linhas ou menos. De forma geral, este tipo de texto visa expor e argumentar sobre um determinado tema, fornecendo um ponto de vista claro e baseado.

Assim, sua estrutura é padrão, sendo organizada por uma introdução, desenvolvimento e conclusão. Além disso, os corretores consideram características como coesão e coerência textual, uso da norma padrão, conhecimento do mundo e posicionamento do aluno em relação ao tema.

Todos os temas redação FUVEST:

A redação da FUVEST é uma etapa importante do processo seletivo para ingresso na Universidade de São Paulo (USP).

Assim, cada ano, os candidatos são desafiados a escrever uma dissertação argumentativa sobre um tema social, político, cultural ou científico.

Além disso, esses temas abrangem uma variedade de assuntos, refletindo os problemas e discussões da sociedade moderna.

Então, confira abaixo todos os temas de redação da FUVEST:

  • 2023: Refugiados ambientais e vulnerabilidade social.
  • 2022: As diferentes faces do riso.
  • 2021: O mundo contemporâneo está fora de ordem? 
  • 2020: O papel da ciência no mundo contemporâneo.
  • 2019: A importância do passado para a compreensão do presente. 
  • 2018: Devem existir limites para a arte?
  • 2017: O homem saiu de sua menoridade?
  • 2016: As utopias: indispensáveis, inúteis ou nocivas?
  • 2015: “Camarotização” da sociedade brasileira: a segregação das classes sociais e a democracia.
  • 2014: Envelhecimento populacional.
  • 2013: Consumismo.
  • 2012: Participação política: indispensável ou superada?
  • 2011: O altruísmo e o pensamento a longo prazo ainda têm lugar no mundo contemporâneo?
  • 2010: Imagens e símbolos.
  • 2009: Fronteiras.
  • 2008: Tecnologia e acesso à informação.
  • 2007: Amizade.
  • 2006: Trabalho.
  • 2005: A descatracalização da vida.
  • 2004: Concepções do tempo.
  • 2003: Autoestima entre os brasileiros.
  • 2002: Como você avalia os responsáveis por sua formação?
  • 2001: Crescimento do neonazismo e do neofascismo.
  • 2000: Uso de estrangeirismos.

Anos 1999:

  • 1999: Como você avalia a jovem geração brasileira que constitui a maioria dos que chegam agora ao vestibular?
  • 1998: Convívio social.
  • 1997: Escrita.
  • 1996: Mito e razão.
  • 1995: Cultura de massa.
  • 1994: Os impactos do meio de comunicação.
  • 1993: Regras sociais.
  • 1992: Acesso ao ensino superior.
  • 1991: “Em terra de cego, quem tem um olho é rei”.
  • 1990: Ter opiniões.
  • 1989: Relacionar o contexto nacional com a frase “tudo vale a pena se a alma não é pequena”.
  • 1988: Tudo é relativo? A realidade é uma ilusão?
  • 1987: Fraternidade humana.
  • 1986: Trabalho, renda e felicidade.
  • 1985: Necessidade da existência do número clausus para o ingresso nas universidades públicas brasileiras.
  • 1984: Relógios.
  • 1983: Escrever uma história cujo final fosse o anúncio: “vende-se uma motoca”.
  • 1982: Contar uma história sobre um convite para uma festa de pessoas desconhecidas.
  • 1981: Analisar a frase “o menino é o pai do homem” e narrar um fato da infância significativo para a formação do candidato.
  • 1980: Concluir o fragmento de um livro com um final trágico e um cômico.
  • 1979: Indisponível para consulta.
  • 1978: Refletir sobre um acontecimento hipotético proposto pela banca.
  • 1977: Indisponível para consulta.

Como fazer redação sem saber o tema?

Os textos motivadores da prova são ótimas fontes de informação para situar sobre a temática apresentada. Então, leia com atenção e grife as informações que julgar necessárias.

Mesmo que não seja o ideal, s]ao neles que seu repertório sociocultural, ou seja, os embasamentos para os argumentos, podem ser retirados.

Entretanto, jamais copie nenhuma informação sem indicar que tenha sido uma citação. Em suma, essa atitude pode gerar um grande prejuízo na sua nota final.

Assim, identificar o tema proposto na redação pode ser um desafio, uma vez que o exame não divulga com antecedência o assunto específico.

No entanto, existem algumas estratégias que podem ajudar a identificar a proposta principal da redação. Então, são eles:

  • Leia atentamente o enunciado;
  • Identifique o problema central;
  • Analise os textos motivadores;

Como utilizar o CRIA na sua estratégia de estudos?

Agora que você já quais foram os temas redação FUVEST, o CRIA pode ser a ferramenta ideal para esse processo. Mas o que é o CRIA?

O CRIA é um corretor de redação por inteligência artificial que utiliza modelos de aprendizado de máquina gerados por meio de redações escritas por alunos reais e corrigidas por professores.

Além disso, o CRIA realiza previsões de notas por competência, análise de contexto na introdução, previsão de defesa de tese, previsão de fuga ao tema, previsão de intervenção, uso de parônimas e homônimas, etc.

O que o CRIA faz por você?

  • Análise instantânea da redação;
  • Simulação da sua nota do ENEM por competência;
  • Identificação de desvios, todos marcados no seu texto;
  • Traz correções detalhadas por competência;
  • Histórico de progresso;
  • Fornece dados para melhorias na escrita, em texto e/ou avatar explicativo;
  • Plataforma gamificada, pode compartilhar com amigos e obter vantagens;
  • Professor olha as correções do CRIA e pode alterar conforme achar necessário, assim o CRIA sempre aprende com eles.

Vamos começar? Então acesse aqui.

Esse artigo foi útil?

Média da classificação 1 / 5. Número de votos: 1

Lamentamos que este post não tenha sido útil pra você.

Vamos melhorar este post.

Como podemos melhorar esse post?

Mais recentes